Bolsa PSI-20 cai e contraria dia de ganhos acentuados na Europa

PSI-20 cai e contraria dia de ganhos acentuados na Europa

A bolsa nacional fechou a cair, numa sessão marcada por ganhos expressivos entre as congéneres europeias que nalguns casos atingiram mesmo máximos de 2015. A determinar a queda da praça portuguesa estiveram a EDP e a Nos.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 25 de janeiro de 2017 às 16:41

O PSI-20 caiu 0,07% para 4.573,73 pontos esta quarta-feira, 25 de Janeiro, com 12 cotadas em queda e seis em alta.

Entre os congéneres europeus a tendência é de ganhos, com as principais praças europeias a subirem mais de 1%, animadas pelas perspectivas mais animadoras para a economia mundial e apoiadas pelos ganhos das praças americanas. Aliás as estimativas dos economistas, consultados pela Bloomberg, apontam para que o produto interno bruto (PIB) dos EUA cresça 2,3% este ano, o que compara com a expansão de 1,6% estimada para 2016.

 

A sustentar a subida das bolsas, cujos índices americanos negoceiam mesmo em máximos históricos, com o Dow Jones a superar pela primeira vez a barreira dos 20 mil pontos, está também o crescente optimismo em torno das políticas económicas da administração Trump.

Na bolsa nacional, foi a EDP que mais determinou a descida do índice, ao perder 1,06% para 2,702 euros, no dia em que foi alvo de uma nota do Haitong onde o banco de investimento cortou a avaliação da eléctrica liderada por António Mexia apesar de considerar que as acções "parecem baratas". A eléctrica financiou esta terça-feira em 600 milhões de euros, através de títulos com maturidade em Setembro de 2023, numa emissão que atraiu cerca de 2,2 mil milhões de euros de procura.  

 

Do lado oposto esteve a EDP Renováveis que mais contribuiu para o desfecho, com uma subida de 2,30% para 6,097 euros. A empresa tem sido alvo de notas de análise, tendo o BPI mantido a cotada no leque das suas acções favoritas. Ainda esta quarta-feira, o Haitong, numa nota sobre a EDP, considerou que a empresa liderada por Manso Neto foi "excessivamente penalizada" pela incerteza nos EUA e que a "cotação parece demasiado baixa".

 

A Renováveis revelou também ontem os dados operacionais preliminares, tendo reportado um aumento de 14% da produção de electricidade em 2016. Os resultados do acumulado do ano serão conhecidos no dia 28 de Fevereiro.

 

Ainda no sector da energia, a Galp subiu 0,90% para 14,00 euros, num dia em que os preços do petróleo voltaram a subir. O barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, avança 0,18% para 55,54 dólares.

 

A pesar na negociação esteve também a Nos, ao perder 1,13% para 5,171 euros. 

 

Em queda fechou também o BCP, com a descida de 2,5% dos direitos de subscrição do aumento de capital a pressionar a negociação das acções. Os títulos do BCP desceram de 0,53% para 0,15 euros e acabaram por contrariar a tendência de ganhos que imperou entre o sector em toda a Europa. O índice Stoxx para a banca europeia sobe mais de 3%, para máximos de Janeiro de 2016, com os 44 membros que o compõem a subirem.

 

No resto da banca, o BPI, que amanhã revela os números de 2016, fechou o dia a subir 0,09% para 1,132 euros, enquanto as unidades de participação do Montepio perderam 1,46% para 0,406 euros.


(Notícia actualizada às 16:52 com mais informação)




A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Antunes . 25.01.2017

Boa tarde
Quem Sairia no fecho da sessão, com a venda de 900,000 ações da Navigator AO MELHOR
Alguém muito graúdo de certeza.
Alguém que sabe de alguma coisa grave, ou de resultados e pirou-se.
A ação as 16,30 estava a valorizar 1.91 e cai abruptamente para 0,27% de ganho apenas.
Alguém que esperou que a ação subisse hoje para descarregar fortemente, que 900,000 ações de uma só vez, foi mais ações, só que todas as ações que foram negociadas, até as 16,30, que nunca vi igual aqui na bolsa.
Ainda fui a pressa programar o meu computador, mas quando vi cerca das 16,33 que estava a venda 900,000 AO MELHOR, não fui a tempo, que estava a programar a 3.32, que já estava dentro, mas não consegui ir a tempo, paciência.
Boa noite e bons negócios para todos.

comentários mais recentes
José 26.01.2017

A Sonae SGPS deve ser a ação onde os pequenos investidores estão refugiados. Aparentemente oferece segurança, pois ninguém está à espera que entre em falência. Como tal a nota técnica é Fraqueza baixista de longo prazo / Não desvie para a alta enquanto não superar a resistência 0.89. Reduzir.

Anónimo 25.01.2017

De manhã, bem me parecia que a sonae nos ia "fecundar" hoje ...Só não contava é que no fecho da sessão fosse uma porrada de "fecundações" ...

José 25.01.2017

E o que dizer da SONAE ? Esteve o dia todo praticamente a negociar nos 0,84 cêntimos e no fecho descarregaram 1.200 milhões de ações trazendo a ação de volta aos 0,836. Não prevejo nada de bom, o futuro me parece muito nublado, a geringonça vai-nos sair demasiado cara.

investidor 25.01.2017

BOLSA, UMA RATOEIRA PARA OS PEQUENOS INVESTTIDORES, VEJAM O EXEMPLO DA NAVIGATOR, ALGUMA FUGA DE INFORMACAO, 900.000 ACOES VENDIDAS A PRESSA, ISTO NAO E NORMAL,

ver mais comentários