Bolsa PSI-20 com o maior ciclo de quedas dos últimos dois anos

PSI-20 com o maior ciclo de quedas dos últimos dois anos

A bolsa nacional caiu pela sétima sessão consecutiva. É preciso recuar até Janeiro de 2016 para encontrar o período tão longo. E as quedas são acentuadas. Neste período o principal índice nacional perde mais de 7%.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 06 de fevereiro de 2018 às 16:48
O PSI-20 terminou a sessão a perder 1,47% para 5.325,85 pontos, elevando para sete o número de dias em queda. Este é o período mais prolongado de descidas na praça nacional desde o início de Janeiro de 2016. E acumula nestes sete dias uma desvalorização de 7,67%, anulando assim os ganhos que vinha a acumular em Janeiro. O principal índice nacional segue mesmo já com uma queda de 1,16% este ano.


A bolsa nacional não está sozinha nesta evolução. As praças europeias, americanas e asiáticas também estão a registar quedas acentuadas nos últimos dias. Muito devido à especulação em torno da inflação nos EUA e consequente subida de juros mais célere do que o que estava a ser antecipado. 

Este contexto levou a que as bolsas corrigissem parte das subidas recentes. Recorde-se que as bolsas mundiais têm estado a negociar em máximos históricos, no caso dos índices americanos, e de 2015, quando analisadas as praças europeias. 

Ontem Wall Street sofreu a queda mais forte desde 2011, com o Dow Jones e o S&P500 a afundarem mais de 4%. Hoje a sessão nas praças norte-americanas está muito volátil, com os índices a oscilarem entre perdas e ganhos, sendo que na Europa as quedas foram superiores a 2%.

As quedas nas bolsa nacional foram generalizadas, com várias cotadas a perderem mais de 2%, como o caso do BCP e da EDP que caíram os mesmos 2,08%. A Galp Energia também cedeu 2,11%. assim como a Mota-Engil e a Sonae SGPS, que perderam 2,01% e 2,94%, respectivamente. 

Na sessão desta terça-feira houve seis cotadas a contrariar a tendência, com a Pharol em destaque, ao disparar 14%. Em alta fecharam também as acções dos CTT, ao subirem mais de 1% e da Corticeira Amorim, que já ontem contrariou a tendência geral de quedas.  

Pharol brilha depois de afundar

As acções da Pharol voltaram a destacar-se, mas desta vez a contrariar a tendência de queda que imperou no mercado. Os títulos da cotada liderada por Palha da Silva subiram 15,85% para 0,212 euros, depois de ontem terem afundado 10%. Apesar da subida desta terça-feira, as acções da Pharol acumulam uma queda de 17% desde o início do ano.

A justificar o comportamento da Pharol em bolsa tem estado a situação da Oi, cujo impasse tem gerado receios entre os investidores. Nos últimos dias têm sido várias as notícias sobre a assembleia geral extraordinária que a Pharol convocou. A Oi recusou convocar a reunião, a Pharol insistiu e ainda hoje a Oi reiterou que não vai realizar esta reunião de accionistas. A Pharol tem questionado o plano de recuperação. Já a brasileira alega que para o tribunal, prevalece a aprovação pelos credores do plano de recuperação da Oi, que foi contestado pela Pharol, por considerar que foi contrária aos interesses dos accionistas.

Como os analistas vêem as cotadas nacionais:




A sua opinião54
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Atenção, Atenção, Atençao : cuidado com eles Há 1 semana

Muito cuidado.Vem aqui presumíveis frequentadores de lupanares de... homens! São conhecidos por uma linguagem desonrosa para verdadeiros Investidores e por não abordarem quaisquer assuntos de interesse para a bolsa.Cuidado, muito cuidado com eles que não será propriamente ganharem dinheiro na bolsa o que eles querem...

comentários mais recentes
Criador de Touros Há 1 semana

Este país e este mercado tem de animar, pois isto de subidas ainda não foi nada. Nada mesmo. Isto tem de bombar como nos EUA, aí sim !!...A única coisa que tem bombado aqui tem sido esta geringonça de esquerda. O nosso mercado tem de vir para cima. Estes couratos de esquerda nem sabem o que são subidas.

RPG Há 1 semana

Então é assim. Amanhã, vamos ter um bom dia para o trading. Vou lá fazer um negócio logo cedinho pela manhã (penso que em 30 minutos está feito o meu dia) É usar e deitar fora ..I like this game....Cash is gold

Lusa Atenas Há 1 semana

Caro Esguicho Macho-Alfa plenamente de acordo com o meu amigo!

Criador de Touros Há 1 semana

Esguicho/Macho Alfa, eu também me divirto aqui às vezes. Quase sempre. Gosto muito dos camaradas. Só quem gosta dos camaradas, como eu, os compreende.Compreendo o chamuça. Compreendo o soldador Jerónimo. Compreendo a cabeleireira Catarina. Compreendo o tipo das jantes. Compreendo o sindicato dos couratos que aqui bem tenta o courato e meio.Esta gente tenta ser feliz, mas quase sempre fazem figura daquelas varas alentejanas muito cheirosas, muito produtoras de courato. Quem acha que eu gozo com eles, está enganado. Eu dou o meu melhor a esta república que é, isso sim, uma coligação de varas tipo alentejanas que já referi. Passei estes dias mais fracos sempre em sinal contrário ao destas avestruzes que por aqui andam razantes. Senti o desespero destes atletas da desgraça, destes jogadores de roleta fanada. Desesperados por se terem desorientado no jogo dos couratos. Mas logo regressaram à festança. Esta corja é o máximo... Cumprimentos e bons negócios

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub