Bolsa PSI-20 contraria Europa com queda superior a 20% dos CTT

PSI-20 contraria Europa com queda superior a 20% dos CTT

Os CTT terminaram o dia a descer mais de 20% e pressionaram o principal índice de Lisboa. As restantes praças europeias terminaram o dia do lado dos ganhos.
PSI-20 contraria Europa com queda superior a 20% dos CTT
Pedro Catarino/CM
Ana Laranjeiro 01 de novembro de 2017 às 16:40

Os CTT viveram um dia de fortes perdas e determinaram a queda do índice nacional. O PSI-20 desceu 0,68% para 5.438,62 pontos, com nove cotadas em queda e nove em alta. Entre as restantes praças europeias, o dia foi de ganhos.

Os títulos dos correios terminaram o dia a recuar 21,68% para 3,96 euros, tendo já tocado nos 3,954 euros, o que corresponde a um mínimo histórico. A justificar esta descida abrupta estão os resultados dos primeiros nove meses do ano, que ficaram aquém do esperado, o anúncio de corte de dividendo e a consequente revisão de avaliação por parte de várias casas de investimento.

As acções da Galp Energia recuaram 0,72% para 15,845 euros e pressionou também o principal índice nacional, num dia em que os preços do petróleo negoceiam em queda ligeira. O Brent do Mar do Norte, referência para o mercado nacional, cede 0,23% para 60,80 dólares por barril.

No grupo EDP, a casa-mãe terminou o dia a subir 0,72% para 3,085 euros e a EDP Renováveis ganhou 1,25% para 7,189 euros, tendo nesta sessão tocado no valor mais elevado desde Janeiro de 2016 quando negociou nos 7,347 euros. A REN subiu 0,18% para 2,732 euros.

A Jerónimo Martins cedeu 0,06% para 15,59 euros. A Sonae ganhou 0,39% para 1,032 euros.

O BCP perdeu 1,05% para 25,38 cêntimos. E a Nos recuou 0,37% para 5,125 euros.


A Mota-Engil valorizou 4,35% para 3,598 euros, o que representa um máximo de Abril de 2015.


No sector da pasta e do papel duas cotadas tocaram em máximos. A Altri terminou o dia a subir 1,57% para 5,571 euros, depois de ter negociado nos 5,578 euros – o valor mais elevado de sempre. A Navigator valorizou 2,31% para 4,48 euros, depois de ter tocado nos 4,489 euros – máximo de Maio de 2015.



(Notícia actualizada às 16:53)




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Deixem a poeira assentar... e vão ver novamente os CTT a cotar nos 5 €. Isto são jogadas dos tubarões para entrar nos CTT. Baixaram os lucros mas nao tiveram prejuizo e baixaram 10 cent aoa dividendos. Ha empresas ie so apresentam prejuizos e nao pagam dividendos essas sobem 20% ou mais...

GATUNOS ANDAM SEMPRE A DEPENAR o BCP Há 2 semanas



SABEM que AMANHÃ vão subir os RATINGS DO MILENIUM BCP e de PORTUGAL por isso TOCA a MARRA - LO PARA BAIXO LADRÕES

Criador de Touros Há 2 semanas

O mais importante é perceber os mercados, percebendo, estaremos mais preparados. Hoje foi um dia dos tais em que muita coisa aconteceu. Por mais rápidos que sejamos, os mercados são sempre mais rápidos. Por mais nervos de aço que haja, o mercado é sempre mais frio. O mercado é uma besta. É preciso saber lidar com as bestas. O Criador de Touros gosta disto: há dias muito violentos. É normal. Este assunto é para homens de barba rija e para mulheres com bigode e pelos nas pernas !!; ) Cumprimentos e bons negócios

BCP Há 2 semanas

Para mim chega, puro lixo.

ver mais comentários
pub