Bolsa PSI-20 desce com CTT a pressionar

PSI-20 desce com CTT a pressionar

A bolsa nacional está a contrariar a tendência positiva das principais praças europeias, que recuperam de três sessões de perdas.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 01 de agosto de 2017 às 08:16

A bolsa nacional está a negociar em terreno negativo esta terça-feira, 1 de Agosto, com o PSI-20 a perder 0,12% para 5.182,96 pontos. Das 19 cotadas que formam o principal índice nacional, 11 estão em alta, quatro em queda e quatro inalteradas.

 

Lisboa contraria, desta forma, a tendência positiva das principais praças europeias, que recuperam de três sessões consecutivas de perdas, em mais um dia marcado pela apresentação dos resultados trimestrais das empresas. Além das contas, serão conhecidos os dados do PIB da Zona Euro no segundo trimestre.

 

Os economistas apontam para um crescimento em cadeia de 0,6% (igual ao do trimestre anterior) e de 2,1% em termos homólogos (acima de 1,9% do primeiro trimestre). A maior economia europeia, de acordo com o ministério das Finanças alemão, terá crescido 0,6%, enquanto França já revelou que o PIB gaulês cresceu 0,5% em cadeia e em Espanha já se sabe que o crescimento acelerou para 0,9% (acima de 0,8% em cadeia no primeiro trimestre).

 

Por cá, são os CTT que penalizam o PSI-20. Os correios descem 4,39% para 5,271 euros, depois de a empresa ter revelado ontem que registou lucros de 17,7 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que representa uma descida de 44% face ao mesmo período do ano passado. Excluindo os rendimentos e gastos não recorrentes, o resultado líquido situa-se em 26,4 milhões de euros, uma queda de 22,8%.

 

Os resultados ficaram abaixo das estimativas dos analistas do CaixaBI, que apontavam para lucros de 20,6 milhões de euros. 

A penalizar o índice nacional estão ainda a EDP Renováveis, a Semapa e a Sonae. A eléctrica liderada por Manso Neto cai 0,33% para 6,732 euros, a Semapa recua 1,22% para 16,205 euros e a retalhista desvaloriza 0,21% para 97 cêntimos. 

Por outro lado, a evitar uma maior descida do PSI-20 estão a Galp Energia e o BCP. O banco liderado por Nuno Amado valoriza 0,75% para 24,32 cêntimos, enquanto a petrolífera soma 0,48% para 13,605 euros.




Saber mais e Alertas
pub