Bolsa PSI-20 em máximos de mais de um mês apoiada pela Jerónimo Martins e BCP

PSI-20 em máximos de mais de um mês apoiada pela Jerónimo Martins e BCP

A praça lisboeta negociou em alta pela quarta sessão e em máximos de quase um mês e meio no dia em que o BCE anunciou o prolongamento do programa de compra de activos. Jerónimo Martins e BCP impulsionaram.
PSI-20 em máximos de mais de um mês apoiada pela Jerónimo Martins e BCP
Miguel Baltazar/Negócios
David Santiago 08 de dezembro de 2016 às 16:43

O PSI-20 encerrou a sessão desta quinta-feira, 8 de Dezembro, a somar 1,16% para 4.626,90 pontos, com 15 cotadas a negociar em alta e as restantes três em queda, no quarto dia consecutivo em que a praça lisboeta transaccionou em terreno positivo. O principal índice nacional tocou no valor mais alto de 1 de Novembro, seguindo a tendência de ganhos também registada na generalidade das principais praças europeias.

 

O índice de referência europeu Stoxx 600 negociou em máximos de Janeiro deste ano, enquanto a bolsa italiana esteve no valor mais elevado desde Maio. A animar as praças europeias esteve o anúncio hoje feito pelo presidente do Banco Central Europeu (BCE).

 

Mario Draghi confirmou as expectativas ao revelar que o programa mensal de compra de activos do BCE vai ser prolongado por um período de nove meses, o que significa que continuará em vigor até ao final de Dezembro do próximo ano.

 

E apesar de Draghi ter anunciado a redução do volume de compras mensal de 80 mil milhões de euros para 60 mil milhões, o italiano garantiu a disponibilidade do BCE para voltar a prolongar o programa e incrementar o ritmo de compras de a conjuntura assim o exigir.

 

No plano nacional o grande destaque vai para a Jerónimo Martins que valorizou 2,06% para 15,135 euros, no dia em que a casa de investimento Dom Maklerski mBanku elevou a recomendação sobre as acções da retalhista para "manter" e decretou um preço-alvo de 14,90 euros. Ainda no retalho, a Sonae terminou o dia a apreciar 2% para 0,815 euros. 

Também a impulsionar a bolsa lisboeta esteve o BCP que avançou 7,17% para 1,35 euros, com o banco liderado por Nuno Amado a acumular valor pela terceira sessão consecutiva. O BCP continua a beneficiar da recuperação registada pela banca italiana, numa altura em que a pressão sobre os maiores bancos transalpinos diminuiu. 

Ainda na banca, o BPI contrariou a tendência dominante ao recuar 0,18% para 1,128 euros.

Nota positiva ainda para a Galp Energia que somou 0,36% para 13,895 euros, depois das
 notas de "research" reveladas pelo Citi (5 de Dezembro) e pelo Deutsche Bank (6 de Dezembro) em que ambas as instituições financeiras aumentaram o preço-alvo e a recomendação atribuídos à petrolífera nacional. Ao transaccionar nos 13,98 euros durante a sessão a petrolífera voltou a registar um máximo de Novembro de 2011.

Continuando no sector energético, e tal como na última sessão, o grupo EDP negociou sem tendência definida. A EDP Renováveis apreciou 0,12% para 5,918 euros e a EDP perdeu 0,35% para 2,81 euros. 

Destaque ainda para a Navigator que foi das cotadas que mais contribuiu para o desempenho positivo da bolsa nacional, com a cotada a apreciar 2,62% para 3,176 euros. 

Também a Nos voltou a valorizar, registando uma subida de 0,37% para 5,39 euros, isto apesar de ontem o Haitong ter revisto em baixa o preço-alvo da Nos, de 8 euros para 7,6 euros. Ainda no sector das cotadas que operam no sector ligado às telecomunicações, a Pharol ganhou 6,84% para 0,203 euros.

Por fim, a Sonae Capital cresceu 5,26% para 0,80 euros estabelecendo, a exemplo que sucedido na quarta-feira, um máximo de Janeiro de 2010.


(Notícia actualizada às 17:00)




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros 09.12.2016

Vejo pessoas no caldeirão da bolsa/bcp queixarem-se que têm muitas e a coisa não tem corrido pelo melhor...Alegrem-se que há muito boa gente com razões para se queixar e não o faz e com participações muito superiores. Por outro lado, sinto no ar o nervosismo dos shorts...Agora sabe bem ver esse nervosismo.Cumprimentos

curvo 08.12.2016

BCP vale apenas 0,018 cent nada de euforias desmedidas comtinua na mer.......

BRUXO 08.12.2016

SABIAM, que os especuladores compram , criando a ilusão .agora é que é, mas não tarda atacam pela calada da noite, quando ninguém está á espera, e lá ficam mais uns pendurados.

Anónimo 08.12.2016

BCP? QUAL BCP? Ainda falta tanto para compensar o que nos roubou.

pub