Bolsa PSI-20 inverte para os ganhos com Altri em novos máximos

PSI-20 inverte para os ganhos com Altri em novos máximos

A bolsa nacional acompanha a tendência positiva dos principais índices europeus, animada pelo BCP e pela Atri, que atingiu um novo recorde.
PSI-20 inverte para os ganhos com Altri em novos máximos
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria 20 de outubro de 2017 às 09:47

Depois de ter iniciado a sessão com sinal vermelho, a bolsa nacional já inverteu para o lado dos ganhos, impulsionada pelo BCP e pela Altri, que negoceia num novo recorde. Nesta altura, o PSI-20 ganha 0,28% para 5.475,88 pontos, com 11 cotadas em alta, seis em queda e uma inalterada.

Na Europa, os principais índices também seguem em terreno positivo, impulsionados pelos resultados melhores do que o esperado de empresas como a Volvo e a Ericsson, e pelas expectativas em torno da redução dos impostos nos Estados Unidos.

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, sobe 0,24% para 390,04 pontos, depois de ter registado ontem a maior queda desde o final de Agosto.

Em Lisboa, a Altri valoriza 2,97% para 5,54 euros – um novo máximo histórico – enquanto o BCP sobe 1,01% para 25,95 cêntimos, depois de ter sido revelado ontem que o Norges Bank deixou de ter participação qualificada na instituição liderada por Nuno Amado. No dia 16 de Outubro, o banco central da Noruega reduziu a sua posição de 2,469% para 1,96%, segundo comunicou o banco à CMVM.

A contribuir para os ganhos do PSI-20 estão ainda a Navigator, que ganha 0,95% para 4,364 euros, e as cotadas do sector do retalho, com a Sonae a avançar 1,17% para 1,04 euros e a Jerónimo Martins a valorizar 0,35% para 15,725 euros.

No sector da energia, a EDP Renováveis sobe 0,01% para 7,082 euros, a Galp ganha 0,03% para 15,73 euros e a EDP desliza 0,36% para 3,009 euros.

A maior descida é protagonizada, nesta altura, pela Pharol, que afunda 4,33% para 44,2 cêntimos.

Fora do PSI-20, os títulos do BPI somam 0,10% para 1,051 euros, depois de o banco ter revelado ontem que fechou os primeiros nove meses do ano com lucros de 23 milhões de euros, o que representa uma queda de 87,4% face ao período homólogo, devido aos custos extraordinários com a redução de quadros e o impacto negativo da venda de 2% do Banco de Fomento Angola, num total de quase 300 milhões de euros. 

 
Os resultados saíram acima do esperado, já que os analistas do CaixaBI antecipavam que o banco tivesse registado prejuízos de 28,8 milhões de euros no período entre Janeiro e Setembro.




A sua opinião36
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Parece que a Pharol já não está a subir 20.10.2017

Que maçada, estava a correr tão bem e parecia que havia mesmo gente capaz de prever o curto prazo em bolsa. Afinal não há, como qualquer invstidor minimamente culto sabe. Mas até uma moeda atirada ao ar acerta 50% das vezes... Já quanto ao longo prazo da Oi, julgo não haver duvidas qual será...

ANDAM A REINAR COM O BCP 20.10.2017

MAS 2 feira já não brincam porque hoje ás 21h00 a DBRS vai voltar a subir os RATINGS de PORTUGAL e do MILENIUM BCP e também para a semana o BCE vai subir os juros e não mais irão parar de subir

O phirolito está alucinado 20.10.2017

Acha ele que tudo o que se passa no Mundo é um sinal que vai acontecer um milagre na Oi. Até quando a Pharol cai ele acha que é um sinal que vai subir... Mas agora tem um fã: o tolinho dos 0,18 acha que o phirolito é um génio da bolsa. Estão bem um para o outro... mas cuidado com a Hepatite A...

joaoferreira1 20.10.2017

Pharolito acho que não chega acima dos 0,50 no dia 23. Aliás acho que no dia 23 não vai haver negociação do OI.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub