Bolsa PSI-20 inverte para os ganhos com Galp e BCP a subir quase 2%

PSI-20 inverte para os ganhos com Galp e BCP a subir quase 2%

As bolsas europeias consolidaram as subidas depois de ter sido revelado que a economia do euro cresceu ao ritmo mais rápido desde 2011. Os resultados da BP estão a puxar pela energia.
PSI-20 inverte para os ganhos com Galp e BCP a subir quase 2%
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria 01 de agosto de 2017 às 11:20

Depois de um início de sessão negativo, a bolsa nacional já inverteu para o lado dos ganhos, com as subidas da Galp Energia e do BCP a compensarem a queda acentuada dos CTT.

Com oito cotadas em alta, oito em queda e três inalteradas, o PSI-20 avança 0,38% para 5.208,83 pontos, negociando com sinal verde pela segunda sessão consecutiva.

Na Europa, os principais índices também seguem com sinal verde, depois de a BP ter apresentado resultados melhores do que o esperado – as acções da petrolífera valorizam quase 4% - e de ter sido revelado que o PIB da Zona Euro cresceu 2,1% no segundo trimestre, o ritmo mais acelerado desde 2011.

São precisamente as cotadas da energia as que mais contribuem para a subida de 0,49% do índice de referência para a Europa, o Stoxx600, que negoceia nos 379,71 pontos.

A Galp acompanha a tendência positiva do sector com uma valorização de 1,99% para 13,81 euros, um dia depois de ter revelado que os seus lucros subiram 1% no primeiro semestre para 250 milhões de euros.

Ainda na energia, a EDP ganha 0,37% para 3,011 euros, a EDP Renováveis cai 0,04% para 6,751 pontos e a REN valoriza 0,36% para 2,75 euros.

A contribuir para a subida do PSI-20 está também o BCP, que soma 1,86% para 24,59 cêntimos.

Com sinal verde estão ainda a Nos, com as acções a somarem 0,89% para 5,428 euros, e a Mota-Engil, que valoriza 0,46% para 2,391 euros.

Estas subidas ajudam a anular a forte queda das acções dos CTT, que estão a reagir aos resultados apresentados ontem, após o fecho do mercado. A empresa de correios cai 5,13% para 5,23 euros – os títulos chegaram a afundar mais de 8% para mínimos de Abril – depois de ter anunciado que os seus lucros diminuíram 44% no primeiro semestre para 17,7 milhões de euros. 




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Casimiro 01.08.2017

Os CTT hoje fizeram uma baixa de preço interessante. Um saldo fora de época. Vamos ver se deu para a bucha.

ó srs DOS shorts DEIXEM O BCP SUBIR 01.08.2017


ó SRS DO DESCOBERTO COMPREM TAMBÉM POSIÇÕES MAIORES E MAIS LONGAS NO MILENIUM BCP SE QUEREM GANHAR MUITO $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ e DEIXEM DE UMA VEZ POR TODAS PORTUGAL SAIR DO LIXO

OS PAPAGAIOS 01.08.2017

agora cantam, daqui por uns dias choram aí que tristeza.

Os ressabiados estão de férias 01.08.2017

Ainda bem para eles. Pena que nao tenham ido ao AC do BCP. Já tinham as férias pagas. E depois do AC ainda podiam ter comprado, bastava ouvir quem sabe. Mas preferiram ser casmurros. É a vida.

ver mais comentários
pub