Bolsa PSI-20 regressa ao verde com máximos de quase dois anos

PSI-20 regressa ao verde com máximos de quase dois anos

Depois da queda verificada na segunda-feira, a praça lisboeta voltou a terreno positivo numa sessão em que tocou em máximos de Novembro de 2015. Subidas da Jerónimo Martins e da Navigator, que também alcançou máximos desse ano, impulsionaram.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 03 de outubro de 2017 às 16:40
O PSI-20 fechou a sessão desta terça-feira, 3 de Outubro, a somar 0,76% para 5.439,99 pontos, com 13 cotadas em alta e as restantes cinco em queda, num dia em que a bolsa lisboeta transaccionou em máximos de 9 de Novembro de 2015.

A bolsa nacional acompanhou a tendência de ganhos registada nas principais praças europeias, com uma vez mais o espanhol Ibex a ser a excepção pela negativa, já que recuou pela segunda sessão seguida ainda penalizado pela incerteza provocada pelo referendo independentista catalão.

A impulsionar o principal índice nacional esteve, em especial, a Jerónimo Martins que ganhou 1,59% para 16,945 euros, sendo que também no retalho a Sonae conseguiu somar 1,96% para 1,04 euros, num dia em que o grupo da Maia tocou em máximos de 4 de Abril do ano passado ao negociar nos 1,041 euros por acção. 

Também a apoiar os ganhos da bolsa nacional esteve a Navigator que valorizou 2,10% para 4,221 euros isto depois de a cotada ter transaccionado nos 4,24 euros, a cotação mais elevada desde Maio de 2015. 

Ainda entre as maiores subidas nota para a Nos que somou 1,26% para 5,399 euros. 

A Mota-Engil e a Altri também negociaram em máximos. A construtora subiu 3,52% para 3,29 euros depois de durante a sessão ter chegado a tocar nos 3,298 euros, um máximo de Abril de 2015. Já a Altri avançou 3,44% para 4,75 euros num dia em que tocou em máximos de 13 de Janeiro de 2016 ao negociar nos 4,774 euros. 

A travar uma maior subida do PSI-20 estiveram os sectores energético e financeiro. O BCP perdeu 0,41% para 0,245 euros, a EDP recuou 0,19% para 3,09 euros numa sessão em que esteve em mínimos de 4 de Agosto (3,074 euros), a EDP Renováveis resvalou 0,77% para 7,115 euros e a REN deslizou 0,11% para 2,738 euros. Neste sector só a Galp Energia fechou em terreno positivo com a petrolífera a somar 0,57% para 14,955 euros.

Num dia marcado por valorizações robustas, a bolsa nacional assistiu a fortes subidas também fora do PSI-20. A Martifer apreciou 10,27% para 0,408 euros, a Teixeira Duarte cresceu 7,77% para 0,333 euros, a Inapa ganhou 10,49% para 0,158 euros e a estrela da sessão foi mesmo a Soares da Costa que disparou 61,02% para 0,095 euros. Nas últimas três sessões a cotação da SDC mais do que triplicou, sendo que a cotada desconhece o motivo de tão grande valorização.

(Notícia actualizada às 16:55)



pub