Bolsa PSI-20 soma mais de 1% apoiado pelos fortes ganhos do BCP e da Sonae

PSI-20 soma mais de 1% apoiado pelos fortes ganhos do BCP e da Sonae

A bolsa lisboeta valorizou pela segunda sessão num dia em que tocou em máximos de mais de um mês apoiada pelas subidas do BCP, que esteve em máximos de 16 meses, e da Sonae que negociou no valor mais alto em quase dois anos.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 05 de dezembro de 2017 às 16:41

O PSI-20 fechou a sessão desta terça-feira, 5 de Dezembro, a somar 0,59% para 5.395,26 pontos, com 11 cotadas em alta e as outras sete no vermelho, no segundo dia consecutivo de ganhos para a praça lisboeta que tocou no valor mais alto desde 3 de Novembro durante a negociação bolsista.

 

Foi um dia em que as principais praças europeias transaccionaram sem tendência definida. Enquanto a bolsa nacional liderou os ganhos entre as principais congéneres do Velho Continente, a bolsa grega registou a maior queda do dia ao perder acima de 1,5%.

 

Em Lisboa, o BCP e a Sonae foram as cotadas que mais impulsionaram. O banco liderado por Nuno Amado somou 2,46% para 0,2663 euros, no dia em que a agência de notação financeira Standard & Poor’s melhorou o "outlook" atribuído ao BCP de "estável" para "positivo". O banco negociou no verde pela quinta sessão seguida, tendo mesmo tocado em máximos de 1 de Agosto do ano passado ao negociar nos 0,2676 euros por acção.

 

Já a Sonae apreciou 2,55% para 1,084 euros, na terceira sessão de ganhos em que a retalhista acabou por atingir o valor mais alto (1,092 euros) desde 23 de Dezembro de 2015. Ainda no sector do retalho, a Jerónimo Martins avançou 0,68% para 16,285 euros.

Também com ganhos de relevo estiveram a Altri, que cresceu 2,84% para 5,433 euros, e a Mota-Engil, que subiu 1,46% para 3,546 euros.

Ainda a contribuir para a sessão positiva do PSI-20 esteve a Nos que avançou 0,48% para 5,631 euros. Já a Pharol perdeu 1% para 0,298 euros.

A impedir uma maior valorização da bolsa lisboeta esteve o sector energético, em especial o grupo EDP. A EDP Renováveis perdeu 0,98% para 6,742 euros, a EDP recuou 0,41% para 2,905 euros e a Galp Energia resvalou 0,16% para 15,96 euros. Neste sector apenas a REN esteve no verde tendo somado ligeiros 0,08% para 2,528 euros. 

A finalizar, os CTT perderam 1,10% para 3,135 euros, numa nova sessão em que os correios nacionais continuaram a ser pressionados pelo movimento de alienação de posições. O Negócios escreve que o dividendo não tem sido suficiente para captar investidores.

Nota ainda, fora do PSI-20, para o BPI que deslizou 1,39% para 1,131 euros, isto no mesmo dia em que os analistas do CaixaBI melhoraram a avaliação feita ao banco.

(Notícia actualizada às 16:50)




A sua opinião20
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Fortes ganhos do BCP Há 6 dias

Forte azia dos ressabiados. Devem estar aí a aparecer. É mais forte do que eles.

comentários mais recentes
Temos pena Há 6 dias

S&P sobe "outlook" do BCP para "positivo" e os nabos vêm logo falar mal do BCP ---- BCP a caminho da maior subida em 1 só ano.... não foram ao aumento do capital ---- TEMOS PENA

Anónimo Há 6 dias

Solução para acabar com as mentiras, insultos e pouca vergonha é acabar com o fórum! Há pouca gente com credibilidade a comentar! O resto são tretas de gente com falta de maturidade!

Mota Engil Há 6 dias

Uma aposta segura e de futuro! Um dos melhores titulos do psi20 sem duvida alguma! É a minha aposta, entrei hoje! Bons negócios a todos.

MOTA ENGIL, vai disparar a qualquer momento Há 6 dias

Vejaos os graficos, em Dezembro de 2016 , comecou a subir, e sem estes ultimos contratos, subiu mais de um euro ate Maio 2017. Penso que deve chegae aos 4.60 euros la para Abril ou Maio

ver mais comentários
pub