Bolsa PSI-20 termina 2017 em alta à boleia da EDP Renováveis

PSI-20 termina 2017 em alta à boleia da EDP Renováveis

O principal índice da bolsa de Lisboa terminou a última sessão do ano em terreno positivo, impulsionado nomeadamente pelos ganhos da EDP Renováveis e da Ibersol. Entre as restantes praças europeias não se verifica uma tendência definida.
PSI-20 termina 2017 em alta à boleia da EDP Renováveis
Bruno Simão/Negócios
Ana Laranjeiro 29 de dezembro de 2017 às 16:50

A bolsa de Lisboa terminou a última sessão do ano em terreno positivo, num dia em que as principais praças europeias estão sem um sentido definido. Para as bolsas do Velho Continente a semana foi mais pequena – estiveram encerradas na segunda-feira e na terça-feira – na sequência das festividades da época. Tipicamente, e precisamente devido a estas festividades, muitos investidores estão ausentes do mercado, tendo os índices menor liquidez.

O PSI-20 terminou a sessão de 29 de Dezembro a subir 0,36% para os 5.388,33 pontos, com 11 cotadas em alta, seis em queda e uma inalterada. No acumulado do ano, o principal índice da bolsa de Lisboa registou um ganho de 15,094%. Entre as cotadas do PSI-20, a Mota-Engil foi a líder destacada de 2017, tendo visto o seu valor em bolsa mais do que duplicar durante o ano. A construtora liderada por Gonçalo Moura Martins valorizou mais de 127% desde o início de Janeiro e atingiu a 7 de Dezembro o seu valor mais alto desde 2014, nos 3,86 euros.

Na sessão desta sexta-feira, as acções da EDP Renováveis e da Ibersol estiveram entre os títulos que mais subiram.

A EDP Renováveis subiu 2,64% para 6,967 euros enquanto a casa-mãe, a EDP, avançou 0,17% para 2,885 euros. Já a Galp Energia recuou 1,48% para 15,325 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão a subir nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal, avança 0,59% para 66,55 dólares por barril – desde o início de 2017 acumula um ganho de 17%.

A REN valorizou 0,73% para 2,479 euros.

A Ibersol, que integrou o PSI-20 apenas este ano, terminou a última sessão de 2017 a disparar 3,32% para 12,15 euros.

O BCP terminou o dia a valorizar 0,67% para 27,1 cêntimos.

No sector da pasta e do papel, a Semapa cresceu 0,45% para 17,795 euros, a Navigator cedeu 0,33% para 4,252 euros e a Altri desceu 0,67% para 5,171 euros.

No sector do retalho, a Jerónimo Martins ganhou 0,37% para 16,195 euros e a concorrente Sonae subiu 0,45% para 1,126 euros.

A Mota-Engil terminou a última sessão do ano a cair 1,03% para 3,663 euros.

Os CTT avançaram 0,66% para 3,507 euros num dia em que, numa nota de análise divulgada esta sexta-feira, os analistas do BPI consideram que os compromissos apresentados pelos CTT junto da Autoridade da Concorrência (AdC) no sentido de alargar a oferta do acesso à rede postal geram um "mix de sentimentos".




A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado BCP fecha o ano a 0,272€ 29.12.2017

É uma performance a todos os titulos notavel! Quem não o percebe é pouco sério. Representa uma mais-valia de 98,1% (!!!) relativamente ao preço equivalente do aumento de capital. O futuro dirá como vai evoluir, mas quem manteve a confiança no Banco foi mais do que recompensado. Parabéns a todos! E obrigado ao Dr. Nuno Amado por ter atingido este resultado magnifico. Bem-haja.

comentários mais recentes
Investidor 3 31.12.2017

grande mota e engil, 127% de valorização
grande conquista foi do nosso amigo massa bruta no montepio
de um dia para o outro ganhou 50,000 euros, que ele tinha comprado a 48 centimos e valeu logo 1 euro
e tanto ele gritou aqui para comprar-mos, que ele sabe muito de bolsa

MILENIUM BCP a 0.35 já em JANEIRO 30.12.2017


O SANTANDER VAI DAR UM EMPURRÃO AO MILENIUM BCP que MUITO NATURALMENTE irá ULTRAPASSAR já em JANEIRO de 2017 os 0.35 por AÇÃO ( o santander vai ENTRAR no CAPITAL do MILENIUM BCP ) e vai chegar - se á FOSUN ( 30 % )

Os Afetos podem ser um Perigo 30.12.2017

O Maior Défice da Sociedade está, nos Média, nos Líderes de Opinião, este Governo veio demonstrar essa incapacidade, são Pessoas das mais incompetentes que os Média com interesses de Grupo lhes dão Audiência.

Anónimo 29.12.2017

Curto prazo: CTT para facturar

ver mais comentários