Mercados Quanto pagaria para almoçar com Warren Buffett? Há quem dê mais de 2 milhões

Quanto pagaria para almoçar com Warren Buffett? Há quem dê mais de 2 milhões

Desde 2000, o famoso investidor Warren Buffett faz um leilão cuja receita reverte a favor de uma organização sem fins lucrativos de São Francisco. Este ano, o licitante, que manteve o anonimato, aceitou pagar mais de dois milhões de euros. E este não é o valor mais elevado que já foi pago.
Quanto pagaria para almoçar com Warren Buffett? Há quem dê mais de 2 milhões
Negócios 12 de junho de 2017 às 18:00

Há 17 anos que o famoso investidor, e presidente executivo da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, licita uma refeição. As receitas revertem a favor da Glide, uma organização sem fins lucrativos de São Francisco, que se dedica aos mais pobres ou a pessoas marginalizadas.

E este ano, um licitante no eBay oferece quase 2,7 milhões de dólares (mais de 2,4 milhões de euros) pela companhia na refeição. A pessoa que ofereceu tal montante preferiu manter o anonimato, escreve o The New York Times. Mas vai ter a oportunidade, com mais sete amigos, de almoçar com Buffett na Smith & Wollensky, em Manhattan, Nova Iorque.

Janice Mirikitani, fundadora da Glide, disse em entrevista ao jornal norte-americano que "o contributo de Buffett através deste leilão é muito, muito importante para nós".

Nem sempre este leilão foi feito com recurso à plataforma eBay. O The New York Times adianta que o primeiro vencedor desta iniciativa, em 2000, Pete Budlong, um empreendedor tecnológico, ofereceu 25 mil dólares num leilão ao vivo, em São Francisco. Com o passar dos anos, este leilão transformou-se de um evento ao vivo em São Francisco para um leilão no site do eBay.

E nem só americanos estavam disponiveis para desembolsar milhares para ter uma refeição com Buffett. Os vencedores destes leilões nestes 17 anos foram oriundos de países como Singapura e China.


Os mais de 2,5 milhões de dólares oferecidos no leilão deste ano não representam o montante mais elevado alguma vez dado. O jornal americano, citando a Reuters, refere que em 2012 e 2016 foram oferecidos mais de 3,4 milhões de dólares (mais de 3 milhões de euros) por um jantar com o famoso investidor.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 13.06.2017

Já sei quem foi que pagou os 2 milhões , mas quis manter o anonimato , Foi o Cavaco Silva , para ver se aprendia alguma coisa , mas quis manter o anonimato , porque tem uma pensão de miséria.

pub