Bolsa Queda do BCP volta a arrastar bolsa

Queda do BCP volta a arrastar bolsa

A bolsa nacional iniciou a sessão em queda, acompanhando a tendência negativa que impera entre as congéneres europeias. A determinar o comportamento da praça lisboeta está, mais uma vez, o BCP, ao recuar mais de 1%.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 04 de agosto de 2017 às 08:04
O PSI-20 desce 0,10% para 5.174,37 pontos, num arranque de sessão marcado pela queda das praças europeias. A bolsa nacional acumula assim a terceira semana consecutiva de perdas, num período que está a ser marcado pela apresentação dos resultados das cotadas. Um período que agora sofre uma interrupção e que só regressa no final do mês de Agosto. 

Na bolsa nacional é o BCP que mais dita o comportamento, com as acções do banco liderado por Nuno Amado a descerem 1,18% para 0,2265 euros. 

A pesar na negociação está também o grupo EDP, com a eléctrica a descer 0,29% para 3,074 euros e a EDP Renováveis a ceder 0,24% para 6,75 euros, o preço da contrapartida oferecida pela EDP na oferta pública de aquisição (OPA), cujo prazo terminou ontem e cujo resultado será conhecido esta sexta-feira ao final do dia.

Ainda no sector da energia, a Galp perde 0,40% para 13,78 euros, numa altura em que os preços do petróleo descem ,emps de 0,5% e negoceiam nos 51,85 dólares por barril, no mercado londrino, que é o de referência para Portugal. 

Em sentido contrário, e a evitar maiores perdas na praça lisboeta, está a Mota-Engil, ao subir 1,53% para 2,463 euros, bem como os CTT, que sobem 0,78% para 5,329 euros, a aliviar das quedas provocadas pelos resultados do primeiro semestre do ano.

(Notícia actualizada com mais informação)