Bolsa Quedas da banca e Pharol arrastam bolsa nacional

Quedas da banca e Pharol arrastam bolsa nacional

Num dia marcado pela compra do Banco Popular pelo Santander, a banca nacional caiu, pressionando o principal índice. A Pharol caiu mais de 4%. E, fora do PSI-20, destaque para a Media Capital, que disparou 13%, depois de ter sido noticiado que a Prisa reforçou os esforços para vender esta unidade.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 07 de junho de 2017 às 16:41
O PSI-20 recuou 0,56% para 5.289,56 pontos, com 14 cotadas em queda e cinco em alta. No resto da Europa, o dia foi de ganhos de perdas ligeiras, numa sessão marcada pela compra do Banco Popular por parte do Santander por um euro, no âmbito de um processo de resolução. 

Na praça lisboeta, o BCP cedeu 2,78% para 0,227 euros e as unidades de participação do Montepio caíram 3,76% para 0,563 euros, depois de ontem à noite o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Santana Lopes, ter deixado em aberto a possibilidade de entrar no Montepio. "Se for um risco indevido, não entramos" no Montepio, garantiu o responsável em entrevista à SIC.

A contribuir para a queda da bolsa esteve também a Pharol, ao ceder 4,83% para 0,276 euros.

Do lado oposto, e a evitar maiores quedas, esteve a Jerónimo Martins, que subiu 1,61% para 18,01 euros, tendo chegado a tocar nos 18,10 euros, o que corresponde ao valor mais elevado desde Maio de 2013. Esta quarta-feira, foi noticiado os planos que a empresa liderada por Pedro Soares dos Santos tem para o mercado polaco. A Jerónimo Martins vai investir num novo centro de distribuição na Polónia e criar 250 postos de trabalho.

A pesar da negociação esteve ainda a Mota-Engil, ao perder 2,94% para 2,612 euros. 

No sector da energia, a EDP recuou 0,49% para 3,241 euros e a EDP Renováveis cedeu 0,53% para 6,96 euros, numa altura em que ainda se aguarda pelo arranque efectivo da oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela eléctrica sobre a renováveis. A contrapartida é de 6,75 euros, descontando o dividendo já pago pela empresa liderada por João Manso Neto. A REN caiu 1,74% para 2,884 euros.

Ainda neste sector, a Galp Energia desceu 0,15% para 13,615 euros, numa altura em que os preços do petróleo voltam a afundar. O barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, cai 3,51% para 48,36 dólares, a reflectir os dados sobre as reservas dos EUA, com os inventários a voltarem a aumentar, o que aumenta a especulação em torno do excesso de fornecimento de petróleo. 

Destaque também para a Media Capital que disparou mais de 13% para 2,84 euros, tendo negociado 300 acções. Esta subida surgiu depois de a Bloomberg ter noticiado que a Prisa reforçou os esforços para vender a empresa que tem em Portugal e a Altice está a estudar apresentar uma oferta pela Media Capital. 

Ainda no sector de media, a Impresa subiu 5,74% para 0,35 euros, renovando o máximo desde Maio de 2016. 

(Notícia actualizada às 16:57 com mais informação)



A sua opinião32
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros 08.06.2017

O Criador de Touros acha estes shorts uns maricones tesos, ou quase. Não perdem pela demora.

RGS 07.06.2017

Andam todos a falar de tubarões do PSI-20.
O tempo agora é de sardinhas
Olhem a SAG, a Martifer, a Impresa, a Inapa, a Glint, a Vista Alegre.....
Mirraram tanto que hà 4 anos para cá que nem tamanho tinham para fritar
Veio cá o Papa, estamos nos Santos Populares e começam a ficar boas para assar.
Ainda vão crescer mais e fazer frente a alguns tubarões

Punitor 07.06.2017

Sou fã incondicional da Jerónimo Martins e da Corticeira Amorim :-)

Manuel Mendes 07.06.2017

HA AQUI GENTE QUE ESTA A FICA DOIDA, DEIXEM O BCP EM PAZ, SE ESTAO METIDOS FOI PORQUE SAO BURROS, EU SAI HA MUITO INVESTI TUDO NA EX PORTUCEL, E CONTINUO, DURMO DESCANSADO , FACAM O MESMO,

ver mais comentários
pub