Bolsa Quedas do BCP e Galp dão sessão negativa ao PSI-20

Quedas do BCP e Galp dão sessão negativa ao PSI-20

A bolsa nacional acompanhou a descida dos principais índices bolsistas da Europa, num dia em que as perdas foram ditadas pelas empresas do sector da energia.
Rita Faria 31 de Outubro de 2016 às 16:45
A bolsa nacional encerrou em queda esta segunda-feira, 31 de Outubro, com o PSI-20 a deslizar 0,52% para 4.651,93 pontos. O BCP e a Galp Energia foram as cotadas que mais penalizaram o índice nacional, numa sessão em que 12 empresas desvalorizaram, cinco subiram e uma fechou inalterada.

Na Europa, os principais índices negoceiam no vermelho, penalizados pelas cotadas do sector da energia, depois de os maiores produtores mundiais de petróleo terem falhado um acordo para reduzir a oferta. A incapacidade de chegar a um entendimento sobre os cortes na produção está a levar o petróleo a cair mais de 3% em Londres para negociar na casa dos 48 dólares.

A única excepção foi a bolsa de Atenas, que valorizou 0,16%.

No vermelho pela sexta sessão consecutiva, o índice de referência para a Europa, o Stoxx600, desliza 0,49% para 339,12 pontos.

No plano nacional, o BCP desvalorizou 2,96% para 1,213 euros, naquela que foi a sexta sessão consecutiva de perdas para as acções.

Ainda na banca, o BPI recuou 0,09% para 1,13 euros e o Montepio encerrou inalterado nos 43,8 cêntimos.

Já a Galp Energia perdeu 1,12% para 12,35 euros, acompanhando a descida dos preços da matéria-prima nos mercados internacionais. No que resta do sector, a EDP subiu 0,17% para 3,011 euros, a EDP Renováveis desceu 0,17% para 6,884 euros e a REN somou 0,68% para 2,662 euros. 

A contribuir para a tendência negativa do PSI-20 estiveram também os CTT, depois de a empresa ter revelado que os seus lucros desceram 9,1% até Setembro para 46 milhões de euros. Os títulos caíram 1,24% para 6,029 euros. 

No retalho, a sessão também foi de perdas, com a Jerónimo Martins a recuar 0,41% para 15,67 euros e a Sonae a recuar 0,55% para 72,5 cêntimos. 

A Nos desceu 0,53% para 6,052 euros e a Corticeira Amorim recuou 0,42% para 9,145 euros, depois de, na sexta-feira, a empresa ter revelado, em comunicado à CMVM, que vai propor aos accionistas o pagamento de um dividendo extraordinário de oito cêntimos por acção. 

Além da EDP e REN, só a Pharol, Mota-Engil e Altri fecharam com sinal positivo. 

(Notícia actualizada às 16:50)



A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Sapateiro da Brandoa Há 4 dias

lá vai o tempo que em outubro começa as compras de ações , até março ,maio.
agora está tudo trocado,que parece uma bandalheira
as bolsas caem a 4 dias
se não e do cu e das calças.
agora é o petrolio a cair, ou o aumento dos juros nos eua, o que será que amanhã vai atrofiar novamente os mercados.

comentários mais recentes
Anónimo Há 4 dias

Que é feito dos publicitários do BCP que me insultavam quando eu dizia que o BCP de banco só tem o nome, mas não passa de uma organização que tem sobrevivido de burlas aos clientes para lhes extorquir o património. Se houvesse justiça em Portugal todos presidentes estariam presos desde J.G a Nuno Am

Dai uma biqueirada na bunda ao Amado! Há 4 dias

Escorraçai o Amado de CEO do BCP! Ele já demonstrou q é um fracasso para a valorização da banqueta! Anda lá unicamente para receber o vencimento chorudo imerecido de mais de 400 mil € ano! Não é capaz de criar valor para os accionista, é um palhaço no banco!

Sapateiro da Brandoa Há 4 dias

lá vai o tempo que em outubro começa as compras de ações , até março ,maio.
agora está tudo trocado,que parece uma bandalheira
as bolsas caem a 4 dias
se não e do cu e das calças.
agora é o petrolio a cair, ou o aumento dos juros nos eua, o que será que amanhã vai atrofiar novamente os mercados.

PARA O CEO DO BCP E PARA OS ACCIONISTAS Há 4 dias

Sr. Amado, se não consegue valorizar a instituição nem remunerar quem investe no BCP não será boa ideia apresentar a demissão e deixar a gestão para quem o conseguir? Pequenos acionistas,dia 9,sem qualquer hesitação, reprovem qualquer blindagem.Não faz falta e afugenta novos e melhores investidores.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub