Trading Quem são os milionários da criptomoeda

Quem são os milionários da criptomoeda

Forbes publica a primeira lista dos mais ricos do mundo das moedas virtuais.
Negócios 13 de fevereiro de 2018 às 13:00

A revista Forbes, conhecida pelos rankings das pessoas mais ricas do mundo, publicou o primeiro ranking dos milionários em criptomoedas. Chris Larsen, fundador da moeda virtual ripple, rival do bitcoin, ocupa o primeiro lugar desta lista, com um fortuna de 8 mil milhões de dólares em moedas virtuais. 

O ranking da Forbes é composto por 19 nomes - para entrar no ranking é necessário ter mais de 350 milhões de dólares em criptomoedas - tais como o do executivo da Goldman Sachs e cofundador da Ethereum, Joseph Lubin, e os mediáticos gêmeos Winklevoss - que acusaram Mark Zuckerberg de ter lhes roubado a ideia do Facebook. 

Todos os nomes desta listada Forbes estão relacionados com o mundo das criptomoedas. O pequeno grupo acompanhou os primeiros passos das moedas digitais, em 2009, detêm a maior parte da riqueza. Estes 19 novos bilionários são todos homens e a sua idade média (42 anos) é muito mais baixa do que a da famosa lista dos mais ricos (67).


Esta lista tende a ser muito volátil, tal como a cotação diária das criptomoedas que em Janeiro de 2018 desceu 10,25% no caso do bitcoin; 12,62% para o ether; e 16,75% para o ripple. A volatilidade do ouro, por exemplo, no mesmo período foi inferior a 1%.

A Forbes revista estima os valores em intervalos já que, como explica, é difícil indicar uma quantidade exacta, uma vez que não é necessário revelar a identidade ao comprar criptomoedas e muitos proprietários não fazem prova da sua riqueza ou preferem não se expor por razões de segurança e privacidade. "Baseamos os nossos cálculos e números em valores de portfólio de criptomoedas (alguns revelaram provas da sua fortuna), lucros depois de impostos e participações em negócios relacionados com moedas digitais", explica a Forbes.

Acrescentando que esta "primeira lista de criptomilionários oferece uma fotografia de um momento chave, uma parte da transparência necessária para tirar as moedas da sua origem como um ativo desconhecido", afirmou o editor-chefe da Forbes, Randall Lane. "Fortunas desta magnitude não devem ficar escondidas nas sombras."

A revista considera ainda que os valores poderão estar fora dos limites ou que haverão, com certeza, milionários esquecidos por esse mundo fora. Ainda assim, e como afirma Lane, "fortunas desta magnitude não devem ficar escondidas nas sombras". Veja em cima a lista completa dos milionários das criptomoedas.


A revista acrescenta que há cerca de 1.500 tipos de criptomoedas diferentes com um valor aproximado de 550 mil milhões de dólares, 31 vezes mais que no princípio de 2017. 




pub