Mercados "Dr. Pessimista" aposta na Portugal Telecom

"Dr. Pessimista" aposta na Portugal Telecom

O célebre investidor Marc Faber não perde boas oportunidades de compra no Velho Continente. E considera que a PT é uma delas.
"Dr. Pessimista" aposta na Portugal Telecom
Carla Pedro 05 de julho de 2012 às 07:00
A diferença horária é de seis horas. Na Tailândia, onde Marc Faber vive, eram já 22h quando ontem respondeu ao Negócios: “comprei acções da Portugal Telecom”. Confirmava assim a sua aposta nalguns títulos europeus, apesar da crise. Porque muitos deles estão “apenas” subvalorizados e porque os cortes de dividendos, se os houver, não hão-de ser de 90%. Pelo menos nas empresas que tem em mira.

No início desta semana, em entrevista à Bloomberg TV, disse que havia boas oportunidades de investimento na bolsa na Europa, inclusivamente nos países que enfrentam mais apuros. “Em Portugal, Espanha, Itália e França, os mercados estão em mínimos de Março de 2009 ou até menos. De par com más empresas e com a banca, há também empresas razoavelmente boas. Empresas excelentes, mas que foram arrastadas pela corrente. Eu vejo valor nos títulos independentemente de a Zona Euro se manter ou não”, sublinhou.

Faber revelou, nesta entrevista televisiva, que anda às compras: “estou a comprar qualquer coisa que dê um retorno elevado ou que eu entenda que tem um dividendo relativamente seguro. Ou seja, empresas cujos dividendos não prevejo que sejam cortados em 90% (…). Não estou a comprar bancos, mas talvez estes possam valorizar. Não estou a comprá-los porque acho que vai haver muita diluição de capital e recapitalizações. Por isso é que não estou tão inclinado para eles”.

Uma das áreas que Marc Faber vê com uma perspectiva optimista é a das telecomunicações. Daí que tenha adquirido posições na Portugal Telecom, que tem estado a viver um bom momento bolsista nas últimas sessões.

A operadora liderada por Zeinal Bava está a valorizar em bolsa desde sexta-feira, depois de ter anunciado o refinanciamento de uma linha de crédito - que permite que esteja “totalmente financiada até Junho de 2016” – e uma nova política de dividendos para os próximos três anos, com um corte de 50% em relação à anterior remuneração accionista.

Na passada segunda-feira, a agência de notação financeira Moody’s elogiou as decisões da PT, considerando-as positivas.

Quem é Marc Faber

Marc Faber nasceu na Suíça, viveu em Hong Kong durante 25 anos e actualmente vive na Tailândia. Formado em economia, é um investidor especialmente célebre por ter antecipado o “crash” bolsista que resultou na Segunda-Feira Negra de 1987. Na altura, aconselhou os seus clientes a retirarem o dinheiro de Wall Street e os que seguiram a recomendação salvaram-se de perder muito dinheiro.

Mas não só. Previu também o estoiro da bolha japonesa em 1990, a crise financeira na Ásia-Pacífico em 1997/98, entre vários outros descalabros. E é exactamente por prever tantas desgraças que é apelidado, pela imprensa mundial, como “Dr. Doom”.

A sua “newsletter” sobre oportunidades de investimento chama-se, aliás, “Gloom, Boom and Doom” (GBD). Gosta da ideia de “Dr. Pessimista” que têm dele ou, pelo menos, diverte-se com isso, segundo refere o seu perfil na GBD.




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Luisa Há 2 semanas

Eu gostava de saber é quando elel comprou........Os timmings das notícias são fantásticos.....A notícia saiu hoje, hoje mesmo ele deve ter vendido uns milhões.

00SEVEN Há 2 semanas


Isto não é investimento produtivoo!

É produtivo para os bolsos do investidor se o desempenho da empresa for positivo.

Quais são as mais valias para Portugal?

É um investimento que não cria emprego!

Para que é que serve a notícia?

Cada vez que alguém compra acções em bolsa noticia-se o evento?

Tá na cara, não é ? Comprou PT, puxa pela PT ... Há 2 semanas


É fácil, barato e dá milhões.

Onde é que eu já ouvi isto ?

Claro !
O senhor em causa comprou PT e agora vem fazer propaganda de qual ?
Da PT, obviamente ... e tem a lata de, quando refere títulos europeus "subvalorizados", omitir a Galp, que é, muito provavelmente, o papel mais "ao preço da chuva" (permita-se-me a expressão), neste momento, em relação ao seu potencial de crescimento e atendendo aos activos da petrolífera.

Anónimo Há 2 semanas

Este faz parte da pior escória do capitalismo; sem escrúpulos se, respeito mas muito provavelmente com um imenso vazio e enorme tendência para ficar sozinho entre engravatados. Enquanto se permitir que esta gente não seja punida pela manipulação do mercado continuará o povo a sofrer

ver mais comentários
pub