Mercados Reagrupamento põe acções da Vista Alegre a valer 17 cêntimos

Reagrupamento põe acções da Vista Alegre a valer 17 cêntimos

A administração da empresa propõe o reagrupamento de acções mediante a aplicação de um coeficiente de reagrupamento de 1:10. Ou seja, cada 10 acções passam a uma.
Reagrupamento põe acções da Vista Alegre a valer 17 cêntimos
Pedro Elias/Negócios
Negócios com Lusa 17 de agosto de 2018 às 18:57

A Vista Alegre informou esta sexta-feira que vai atribuir 0,17 euros por título aos acionistas que, após reagrupamento de acções sem perda de capital, não tenham direito a um número inteiro de acções.

 

"O Conselho de Administração da Vista Alegre vem informar que a contrapartida em dinheiro a entregar [...] aos accionistas que, após o reagrupamento, não tenham direito a um número inteiro de acções [...] corresponde a 0,17 euros por acção da Vista Alegre anterior ao reagrupamento", lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

No passado dia 31 de Julho, a Vista Alegre convocou para 29 de Agosto, pelas 15:00, uma assembleia-geral extraordinária para discutir e votar o reagrupamento de acções (reverse stock split). 


A administração da empresa propõe o reagrupamento de acções mediante a aplicação de "um coeficiente de reagrupamento de 1:10, correspondendo a cada 10 (dez) acções actualmente detidas pelos accionistas na data de produção de efeitos do reagrupamento, 1 (uma) nova acção, com arredondamento por defeito para o número inteiro mais próximo", dizia o comunicado. 

 

A empresa justificou esta proposta com "o elevado número de acções representativas do capital social da Vista Alegre, [o que] provoca, em termos de liquidez, que qualquer pequena alteração na cotação signifique, em termos percentuais, variações significativas".

 

O capital social da empresa é neste momento representado por 1.524.091.463 acções com o valor nominal de 0,08 euros. Caso a proposta seja aprovada, o capital será representado por 152.409.146 acções com um valor nominal de 0,80 euros. 



Adicionalmente, a Vista Alegre propôs que seja aceite a proposta do accionista Visabeira, que detém mais de 94% do capital, de doar três acções à Vista Alegre de modo a que o número total de acções seja um múltiplo de 10 (1.524.091.460 acções). 



A Vista Alegre referiu ainda que caso não se encontre representado suficiente capital social na assembleia-geral de 29 de Agosto, fica convocada uma nova assembleia para 14 de Setembro, às 15:00.




Saber mais e Alertas
pub