Research Resultados confirmam Sonae na lista das favoritas dos analistas. Acções ganham 1,5%

Resultados confirmam Sonae na lista das favoritas dos analistas. Acções ganham 1,5%

Os analistas estão a ver com bons olhos os resultados da retalhista, que ficaram acima ou em linha com o esperado. As acções, que já estiveram a negociar em queda, registam ganhos em torno de 1,5%.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 16 de março de 2017 às 10:14

As acções da Sonae estão a reagir positivamente aos resultados relativos a 2016, ano em que a retalhista viu os seus lucros aumentarem 22,7% para 215 milhões de euros.

 

Depois de três sessões consecutivas de perdas, os títulos da empresa liderada por Paulo Azevedo valorizam 1,31% para 85 cêntimos, depois de terem oscilado entre ganhos e perdas durante a primeira hora de negociação. As acções já estiveram a cair 1,55% e a subir um máximo de 2,74%.

 

Só nas primeiras duas horas desde a abertura da sessão já trocaram de mãos 3 milhões de títulos, um valor próximo da média diária dos últimos seis meses.

 

Os analistas estão a ver com bons olhos os números apresentados pela Sonae que, no geral, corresponderam ou superaram as estimativas das casas de investimento, que estão a confirmar a retalhista portuguesa na listas das suas favoritas.

 

Numa nota de análise publicada esta manhã, o CaixaBI destaca que a margem EBITDA gerada pela Sonae MC (retalho alimentar) ficou 45 pontos base abaixo de 2015, "mas dentro das expectativas" ao passo que a Sonae SR (retalho não alimentar) "apresentou uma margem acima do esperado".

 

"A Sonae espera manter níveis de rentabilidade de referência em 2017 no retalho alimentar, o que se encontra alinhado com a nossa visão para o segmento. Os resultados de 2016 da Sonae saíram dentro das nossas expectativas e reforçam a nossa confiança na visão positiva para a empresa", sublinham os analistas que reiteram a recomendação de "comprar" para a Sonae, que se mantém "como uma das acções favoritas para 2017".

 

Também o Haitong reitera, em nota de análise, o estatuto de bala de prata da Sonae, que se mantém com um preço-alvo de 1,08 euros, uma avaliação que atribui aos títulos um potencial de valorização de 27%.

 

Sobre os resultados revelados esta manhã relativos ao quarto trimestre, os analistas do Haitong destacam que o EBITDA ficou 4% acima das estimativas, sobretudo devido ao forte desempenho da SR. No negócio alimentar, a margem EBITDA ficou "em linha com as expectativas". Os lucros mais do que duplicaram para 77 milhões de euros, "bem acima do consenso de 39 milhões".

 

"Esperamos que as acções reajam positivamente hoje", referem o Haitong na nota de research. "Acreditamos também que o mercado ainda não incorporou totalmente o acordo com a JD Sports que, além de poder potenciar lucros e valorizações, mostra claramente que a Sonae está pronta para tomar medidas mais decisivas para dar a volta ao seu negócio não alimentar".

 

Numa breve nota de análise, também o Barclays sublinha que os resultados de 2016 da retalhista "foram melhores do que esperado".

 

Apesar da subida desta quinta-feira, as acções da Sonae ainda descem 2,75% desde o início do ano. 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 16.03.2017

Peço desculpa pelo lapso que tive no comentário que publiquei ao mencionar o valor da Sonae a mais de "2 cêntimos" e desceu para ; ,35 , Queria dizer a mais de 2 Euros e desceu para ; ,35 cêntimos. Penso que todos entenderam mas aqui vai a correção. É claro que só compra e arrisca quem quer , mas que é das ações mais imprevisíveis e perigosas que está no PSI20 é . Em minha opinião os Empresários que mais respeito tem tido pelos pequenos acionistas é a Jerónimo Martins, o grupo engorda, engordam todos e o grupo da Semapa tem tido bom comporrtamento, mas não sei se continuará assim, Também é Português.

Olharapo 16.03.2017

Pois ! Pois!
Tirando esta Holding 'SONAE' , tudo o que é / foi papel do império Sonae , só serviu para sacar dinheiro ao pequeno accionista.
Modelo Continente , Sonae Indústria , Sonaecom (tudo grandes negócios para o Belmiro e companhia)

Anónimo 16.03.2017

Quem não satisfeito venda ou não compre. Simples!

Anónimo 16.03.2017

Não se iludam pequenos acionistas. A Sonae só existe para enriquecer o Belmiro e mais uns tantos ligados a ele e os pequenos acionistas são para servir de alimentadores do sistema e ficarem sem a massa e a pele caso se descuidem. Lembram-se da Sonae industria a mais de 11 euros e veio para um cêntimo? depois foi ao aumento de capital a 1 cêntimo e de seguida perdeu 50%? lembram-se da sonae a mais de 2 cêntimos e desceu para ; ,35 e já andamos nisto para baixo e para cima e não descola. O Bpi diz que vale 1,4 e tal mas depois a açção começa logo a descer.. A Sonae é assim è só sacar os pequenos acionistas, o resto são cantigas. Pensem nisto, Hoje a Sonae vale mais do que valia quando estava a 2 € julgo eu, mas porque não sobe? digam-me se souberem.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub