Bolsa Semapa em máximos de Julho vive melhor sessão em cinco meses

Semapa em máximos de Julho vive melhor sessão em cinco meses

As acções da Semapa subiram mais de 3%, depois de o Haitong ter incluído a empresa na sua lista de preferidas na Península Ibérica. Foi a melhor sessão desde Maio.
Semapa em máximos de Julho vive melhor sessão em cinco meses
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria Nuno Carregueiro 10 de outubro de 2017 às 16:52

As acções da Semapa viveram esta terça-feira, 10 de Outubro, a melhor sessão dos últimos cinco meses, a beneficiar da entrada da empresa na lista de preferidas do Haitong.

 

Os títulos valorizaram 3,19% para 16,82 euros, depois de terem chegado a ganhar um máximo de 3,56% para 16,88 euros, a cotação mais elevada desde 28 de Julho. A subida foi a mais pronunciada desde 19 de Maio (3,36%).

 

A liquidez também foi elevada durante a sessão de hoje, com quase 90 mil títulos a trocarem de mãos, quando a média diária dos últimos seis meses não vai além dos 56,6 mil.

 

Esta evolução acontece depois de o banco de investimento Haitong ter decidido incluir a empresa liderada por Queiroz Pereira no lote das cotadas preferidas na Península Ibérica para o quarto trimestre. Numa nota de análise, o banco justificou a decisão com o facto de a empresa estar "a transaccionar com um elevado desconto face à soma do valor dos activos, sobretudo depois da forte valorização das acções da Navigator", onde a Semapa tem uma participação de 70%.

 

As acções da Navigator acumulam uma valorização de 37% desde o início do ano, o que compara com a de praticamente 25% da Semapa – ambas superiores ao ganho acumulado de 15% do PSI-20.

 

Além disso, acrescentou o Haitong, "a actividade no sector do cimento em Portugal está a melhorar, enquanto a desalavancagem ao nível da holding" deverá ajudar a reduzir o desconto face às pares".

O banco de investimento recomenda "comprar" as acções da Semapa, com um preço-alvo de 19,6 euros, o que traduz um potencial de valorização de 16,5% face à cotação actual.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub