Mercados Sonae em ex-dividendo impede ganhos na bolsa portuguesa

Sonae em ex-dividendo impede ganhos na bolsa portuguesa

A bolsa nacional fechou em ligeira baixa, a acompanhar o movimento de algumas praças europeias, devido aos receios de que a crise da dívida soberana na Zona Euro possa prolongar-se. O PSI-20 perdeu 0,02% pressionado essencialmente pela Sonae SGPS que entrou hoje em ex-dividendo.
Ana Filipa Rego 24 de maio de 2010 às 16:46
A bolsa nacional fechou em ligeira baixa, a acompanhar o movimento de algumas praças europeias, devido aos receios de que a crise da dívida soberana na Zona Euro possa prolongar-se. O PSI-20 perdeu 0,02% pressionado essencialmente pela Sonae SGPS que entrou hoje em ex-dividendo.

O principal índice da bolsa nacional negociou nos 6.819,63 pontos com 11 acções em alta e nove a cair. Na Europa, o dia foi de altos e baixos mas, mas os índices acabaram por encerrar em terreno negativo, com o sector financeiro a ser um dos mais castigados e o retalho e alimentação a terem o melhor desempenho.

O PSI-20 foi o índice que menos caiu no Velho Continente. A pressionar esteve essencialmente a Sonae SGPS que caiu 5,71% para os 0,76 euros no dia em que negoceia sem direito ao dividendo de 3,15 cêntimos.

Na banca, o BCP também contribuiu para a tendência com uma desvalorização de 0,94% para os 0,635 euros enquanto o BES subiu 0,42% para os 3,104 euros. Já o BPI caiu 0,45% para os 1,544 euros.


Também entre as que mais pressionaram estiveram a retalhista Jerónimo Martins, que desceu 0,33% para 7,143 euros, assim como as eléctricas EDP Renováveis, que deslizou 0,41% para 4,613 euros.

Já a EDP contrariou com um ganho de 0,55% para os 2,574 euros.

Em alta fechou ainda a Galp Energia, que avançou 0,31% para os 11,33 euros e a Portugal Telecom que somou 0,83% para os 7,38 euros. O Deutsche Bank diz que a actual proposta da Telefónica à PT, pelo controlo da Vivo, deverá falhar, mas indica que a Telefónica vai procurar uma solução para captar valor na sua operadora fixa Telesp. Para isso terá de considerar várias hipóteses, sendo que a Portugal Telecom está “bem posicionada para beneficiar em todas as circunstâncias”.




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
asCetay6w4zy 27.11.2016

http://nolvadex-for-sale.trade/ - nolvadex for sale http://azithromycin-250-mg.party/ - where can i get azithromycin http://voltaren-gel.trade/ - diclofenac natrium http://furosemide-online.us/ - furosemide http://canadianpharmacyviagra.click/ - viagra http://buyinderal.us/ - inderal

asCetafn2yha 04.11.2016

http://buynolvadexonline.gdn/ - where to get nolvadex http://tretinoincream005.us/ - tretinoin cream http://ampicillin-online.party/ - ampicillin cost http://levitra-20-mg.science/ - levetra http://buyyasmin.us/ - yasmin estrogen http://lasix-40-mg.bid/ - lasix 40 mg

yupiyupi 24.05.2010

como toda a gente já reparou,ainda falta um pouquinho até á paridade euro/dollar,mas para isso acontecer as dividas soberanas dos paises da europa tem de estar no centro das atençoes......agora que a city e wall street já viram que em portugal vai ser dificil entrarmos em incomprimento,(apesar do apertao de orelhas que trichet nos deu),pois temos muito onde o ir buscar(basta socrates acabar por tempo indeterminado com todas as grandes obras publicas incluindo o tgv,já agora,que se estudem bem as contrapartidas ou entao a desistençia da vinda dos 2 submarinos para portugal.....é que isso de por só no orçamento de 2012 pode ser compremetedor para a recuparaçao economica de portugal,isto logo num ano,que brincar com o orçamento está fora de questao.......por tanta suspeita criada e até prisoes na alemanha(claro),penso que ponderar esses submarinos fazia todo o sentido.......já agora.....para quantos portugueses vai ser util esses submarinos????....defesa litoral já esta a cargo da nato,que raio temos nós de nos endividar ainda mais???? quanto ás dividinas soberenas,penso que espanha vai ser a proxima vitima,pois tem tudo para isso,e com a lenta recuperaçao da europa,penso que a seguir á grécia,espanha pode vir a sentir muito mais dificuldades que nós por cá...... esta coisa de chamar socrates de burro tem muito que se lhe diga:enquanto cá se investiu de um modo geral em energias,a espanha foi quase tudo á base de cimento,depois em termos de dados macroeconomicos eu vejo a espanha em quase todos bem pior que nós.......é,por vezes quanto mais se sobe,maior é a queda,e isto assenta que nem uma luva ao caso espanhol........se os especuladores atacarem a espanha,depois das declaraçoes do fmi,os espanhois vao se ver gregos para sair de uma situaçao incomoda,mas enquanto eles atacarem espanha,vao esquecendo portugal,o que eu já agradeci hoje......afinal de contas agora vivo cá....

joaoferreira1 24.05.2010

Lá tá Vc a darlhe com as contas..com os ebidta..e tudo o mais...este negócio dos mercados é especulativo...se fosse só pelo valor das empresas nem todas tavam na rua da amargura nem outras valiam o , muito, que valem. Deixe-se de parvoíces e guarde as mesmas pra si.

ver mais comentários
pub