Bolsa Sonae sobe mais de 2,5% após lucros acima do esperado

Sonae sobe mais de 2,5% após lucros acima do esperado

A retalhista Sonae está em alta nesta manhã de quinta-feira, subindo 2,5%, depois de ontem ter apresentado os seus resultados até Setembro. Nos primeiros nove meses do ano, os lucros ascenderam a 133 milhões de euros, menos quase 3% que no período homólogo, mas acima do esperado pelos analistas.
Sonae sobe mais de 2,5% após lucros acima do esperado

O arranque da sessão está a ser positivo para a Sonae. A retalhista co-liderada por Paulo Azevedo ganha 2,46% para 99,9 cêntimos, tendo já subido 2,56% para 1 euro (um valor no qual já não tocava desde 10 de Novembro). Para já trocaram de mãos mais de 520 mil acções quando a média diária dos últimos seis meses é superior a 3,4 milhões de acções.

Com a subida registada esta manhã, a Sonae acumula um ganho de 14,19% desde o início de 2017. A capitalização bolsista da cotada é de 1,9 mil milhões de euros.

Esta evolução das acções da empresa co-liderada por Paulo Azevedo tem lugar depois de ontem ter sido comunicado ao mercado que os lucros da empresa ascenderam a 133 milhões de euros de Janeiro a Setembro, o que traduz uma queda homóloga de 2,9% e que é explicada pelos ganhos não recorrentes registados há um ano, fruto sobretudo de operações de "sale and leaseback". Ainda assim, este valor ficou acima das estimativas dos analistas.

No terceiro trimestre de 2017, os lucros cresceram um milhão de euros, para 64 milhões, "traduzindo uma melhoria de todos os indicadores operacionais e de rentabilidade", destaca a Sonae.

Em termos acumulados, até Setembro, a Sonae, que já está presente em mais de 80 países, registou um volume de negócios de 4,1 mil milhões de euros, mais 6,9% do que em igual período do ano passado, "impulsionado pelo desempenho de todos os negócios" do grupo.

O EBITDA da Sonae ascendeu a 273 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2017, menos 8,1% do que há um ano, correspondendo a uma margem de 6,6%, o que traduz uma diminuição de mais de um ponto percentual face a igual período do ano passado.

O  investimento realizado pela Sonae totalizou 202 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, atingindo 109 milhões na Sonae MC, 26 milhões na Worten, 27 milhões na Sonae Sports & Fashion, 28 milhões na Sonae RP e 9 milhões na Sonae IM.


Nos nove primeiros meses de 2017, o perfil de maturidade medida da dívida do grupo "permaneceu próximo de quatro anos".

"SR com trimestre muito forte"

Numa nota de análise a que o Negócios teve acesso, o Haitong sublinha que a "SR teve um trimestre muito forte, e que os custos centrais estão novamente num nível mais razoável [depois] do desempenhado desapontante no segundo trimestre e, por último mas não menos importante, a geração de Free Cash Flow (FCF) foi bastante impressionante". "É nossa crença que estes [dados] positivos claramente ofuscam" a margem que falta na Sonae MC "e esperamos que as acções subam hoje". O Haitong reitera a recomendação de "comprar" nas acções da Sonae.

O BPI, por sua vez, também mantém a recomendação de "comprar" para a Sonae. Os analistas desta casa de investimento, também numa nota a que o Negócios teve acesso, referem que devem "manter inalterados os nossos números" para a empresa, destacando ainda "o bom desempenho da unidade especializada e a entrega sólida na [área da] alimentação".

"A Sonae apresentou um conjunto sólido de resultados e não esperamos mudar as nossas estimativas actuais . Apesar da difícil concorrência no mercado do retalho alimentar em Portugal, a Sonae tem apresentado um desempenho [ao nível das] vendas sólido. Além disso, as perspectivas macroeconómicas consistentes para Portugal devem continuar" a ser favoráveis para o braço não-alimentar, pode ler-se ainda na nota de análise do BPI.


(Notícia actualizada às 09:14 com a perspectiva dos analistas)

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
REMEDIOSOPASONAEPT Há 4 semanas

Mais do mesmo.A M E R D A continua.

Anónimo Há 4 semanas

Vai ficar abaixo de 1€ ! Rica merda , a Sonae !

C Há 4 semanas

Sonae não vale um corno ! Da parte de tarde vai ficar na linha d'água, se é que eles próprios não a vão pôr negativa ! Aliás está a subir cada vez menos !

Esguicho Há 4 semanas

Amigo Enrabesguicho, embora não pareça, eu tenho andado por aqui mas de forma não participativa ! E agora...pra frente Sonae, dá-nos alegrias e mais-valias !!! Abraço !

ver mais comentários
pub