Mercados Soros perdeu quase mil milhões desde eleição de Trump

Soros perdeu quase mil milhões desde eleição de Trump

As apostas do especulador multimilionário saíram goradas, depois de Soros ter adoptado uma postura mais recuada à espera de uma reacção negativa dos mercados após a vitória de Trump.
Soros perdeu quase mil milhões desde eleição de Trump
Paulo Zacarias Gomes 13 de janeiro de 2017 às 00:50

O multimilionário e gestor de fundos de alto risco George Soros perdeu quase mil milhões de dólares desde que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos EUA desencadeou um ciclo de subidas nos mercados norte-americanos.

Soros, que foi um dos principais apoiantes da democrata Hillary Clinton, tornou-se cauteloso antes das eleições e adoptou uma postura ainda mais recuada logo após a escolha de Trump, refere o Wall Street Journal, citando fontes próximas.

Uma aposta que se provou errada, já que o mercado disparou nos dias seguintes, depois de o presidente eleito ter garantido que avançaria com estímulos ao crescimento e com um plano de investimentos em infra-estruturas.

A atitude de Soros resultou num prejuízo de cerca de mil milhões de dólares (cerca de 942 milhões de euros à cotação actual), levando entretanto o multimilionário a tentar corrigir o tiro e evitar mais perdas para a Soros Fund Management, que gere 30 mil milhões de dólares em activos.


Já Stanley Druckenmiller, que esteve no fundo com Soros até 2000, antecipou que se Clinton ganhasse o mercado reagiria primeiro em alta e depois inverteria para quedas e que se Trump vencesse sucederia o contrário.


Foi o que acabou por acontecer, com as bolsas a reagirem primeiro com perdas e a recuperarem no dia seguinte. Logo na noite das eleições Druckenmiller ter-se-á desfeito de investimentos em ouro, desinvestindo de alguns sectores na bolsa e apostando na valorização do dólar em relação ao euro. Os ganhos de Druckenmiller terão sido avultados, levando a um aumento em 2016 de mais de 10% dos ganhos da sua empresa, a Duquesne Family Office.


Stanley Druckenmiller é aliás o mesmo que, em 1992, ajudou Soros a ganhar mil milhões de dólares ao apostar contra a libra esterlina. E é também um apoiante dos republicanos, tendo gasto 3,5 milhões de dólares em donativos àquela formação política em 2016.

Pouco mais de uma semana depois das eleições as apostas de Soros já faziam notícia, com a exposição ao ouro (activo de refúgio), o investimento em tecnológicas e a aposta em instrumentos indexados à performance de bolsas de países emergentes a fazerem estrago.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Rui Delvas Há 1 semana

Mama e cala-te.

Mario Roberto Melo Há 1 semana

cacete

Anónimo Há 1 semana

só mil milhoes???? isso não é nada comparado ao que o bcp fez perder aos seus accionistas

Este semeiteiro da desgraça dos países Há 1 semana

Deveria ter perdido tudo e ter ficado na mais pura miséria... Este escumalha deveria ter sido abortado à nascença... Há pessoas que não fazem falta no mundo... e este é uma delas.

ver mais comentários
pub