Bolsa S&P 500 e Nasdaq de novo em recordes

S&P 500 e Nasdaq de novo em recordes

As bolsas norte-americanas fecharam em alta, com o S&P 500 e o Nasdaq a estabelecerem novo máximos históricos, animados sobretudo pelos bons resultados trimestrais que têm vindo a ser anunciados por empresas de relevo.
S&P 500 e Nasdaq de novo em recordes
Reuters
Carla Pedro 25 de julho de 2017 às 21:15

O Standard & Poor’s 500 fechou a somar 0,29% na sessão desta terça-feira para 2.477,08 pontos, tendo na negociação intradiária atingido o valor mais alto de sempre, nos 2.481,24 pontos.

 

Também o Nasdaq Composite marcou novos recordes. O índice tecnológico encerrou a valorizar 0,02% para 6.412,17 pontos, tendo durante a sessão fixado um novo máximo histórico ao tocar nos 6.425,45 pontos.

 

Por seu lado, o Dow Jones subiu 0,47% para se fixar nos 21.613,43 pontos. O seu recorde de sempre está nos 21.681,53 pontos, atingido na sessão de 14 de Julho.

 

A sustentar a negociação do outro lado do Atlântico estiveram os bons resultados de várias empresas, como a Caterpillar e a McDonald’s, que avançaram mais de 5% em bolsa. Nas tecnologias, a Alphabet decepcionou, mas não foi o bastante para retirar o índice de terreno positivo.

 

Um sector que esteve novamente em destaque pela positiva foi o da banca, enquanto o mercado espera pela decisão da Reserva Federal norte-americana, amanhã, não se esperando que mexa nos juros.

 

Também o sector mineiro esteve a negociar no verde, animado sobretudo pelos ganhos no cobre. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar