Bolsa S&P500 atinge novo recorde antes da confirmação de Powell na Fed

S&P500 atinge novo recorde antes da confirmação de Powell na Fed

As bolsas dos Estados Unidos estão a negociar em alta esta terça-feira, antes de o Senado se pronunciar sobre a nomeação de Jerome Powell para a liderança da Fed.
S&P500 atinge novo recorde antes da confirmação de Powell na Fed
reuters
Rita Faria 28 de novembro de 2017 às 14:38

s principais índices norte-americanos abriram em alta esta terça-feira, 28 de Novembro, dia em que o Senado se vai pronunciar sobre a nomeação de Jerome Powell para a presidência da Reserva Federal dos Estados Unidos.

 

O índice industrial Dow Jones ganha 0,23% para 23.634,25 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq soma 0,18% para 6.891,00 pontos. Já o S&P500 valoriza 0,20% para 2.606,72 pontos, um novo máximo histórico.

 

Se o Senado norte-americano confirmar a nomeação de Powell, o advogado de 64 anos substituirá Janet Yellen na liderança da Fed a partir do próximo dia 3 de Fevereiro.

 

Powell será o primeiro presidente da Fed, em quase quatro décadas, que não é licenciado em Economia [mas sim em Direito], e que um líder do banco central (no caso, Janet Yellen) não cumpre um segundo mandato.

 

Em declarações preparadas para o discurso desta terça-feira, Powell defende a utilização, por parte da Fed, dos amplos poderes de combate a crises, colocando-se como uma extensão da linha seguida pela actual presidente, Janet Yellen, e pelo seu antecessor, Ben Bernanke.

 

"Alguns destes comentários já foram publicados e ele vai basicamente seguir a actual política monetária", refere Peter Cardillo, economista da Standard Financial, citado pela Reuters.  

 

Além disso, prosseguem as negociações sobre a reforma fiscal norte-americana, que continuam a centrar as atenções do mercado. Segundo a Reuters, o plano poderá ser votado no Senado já esta quinta-feira. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub