Bolsa Subida de 5% da Sonae e BCP ajudam PSI-20 a contrariar quedas europeias

Subida de 5% da Sonae e BCP ajudam PSI-20 a contrariar quedas europeias

A bolsa lisboeta negociou em alta contrariando a tendência de quedas que predominou na maior parte das principais praças europeias. As subidas do BCP e da Sonae foram as que mais impulsionaram a bolsa nacional.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 25 de janeiro de 2018 às 16:42

O PSI-20 fechou a sessão desta quinta-feira, 25 de Janeiro, a ganhar 0,25% para 5.766,67 pontos, com sete cotadas em alta, 10 em queda e uma inalterada. A praça lisboeta negociou em contraciclo com a generalidade das principais praças europeias, num dia em que o índice de referência europeu Stoxx 600 registou a segunda sessão consecutiva em terreno negativo.

A penalizar o sentimento na Europa esteve a forte valorização do euro uma vez mais registada nos mercados cambiais. A apreciação do euro tende a penalizar as empresas exportadoras. 

 

No plano nacional foi o BCP que mais apoiou a prestação positiva do principal índice nacional. O banco liderado por Nuno Amado somou 0,83% para 0,3292 euros.

 

Destaque ainda para a Sonae que apreciou 5,38% para 1,293 euros por acção, o valor mais alto atingido pelo grupo da Maia desde Agosto de 2015. A subida da cotada liderada por Paulo Azevedo acontece depois de ontem ter sido reportado que a Sonae encerrou o exercício de 2017 com vendas no retalho de 5,5 mil milhões de euros, o que representou uma subida de 6,9% comparativamente com o ano anterior.

Ainda no retalho, a Jerónimo Martins cedeu 0,03% para 17,375 euros.

 

Também a EDP Renováveis teve uma sessão favorável, com a cotada liderada por Manso Neto a subir 0,57% para 7,10 euros. Já a EDP avançou 0,21% para 2,889 euros, depois de ter sido revelado que a seca registada em 2017 contribuiu para uma quebra de 55% da energia produzida pelas barragens. A REN seguiu a tendência predominante neste sector, tendo somado 0,39% para 2,566 euros. Em sentido inverso, a Galp Energia perdeu 0,46% para 16,355 euros. 

A travar uma maior subida do PSI-20 esteve a Nos e o sector do papel. A operadora de telecomunicações recuou 1,17% para 5,47 euros, enquanto a Navigator resvalou 0,70% para 4,54 euros, a Semapa perdeu 1,06% para 18,64 euros e a Altri deslizou 0,99% para 5,02 euros.


(Notícia actualizada às 16:49)




pub