Bolsa Subida dos CTT evita queda da bolsa

Subida dos CTT evita queda da bolsa

O arranque de sessão está a ser marcado por variações muito ligeiras nas bolsas europeias e Lisboa não é excepção. O PSI-20 sobe 0,01%, enquanto os principais congéneres estão a registar quedas mais ou menos da mesma proporção.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 28 de dezembro de 2017 às 08:05
O PSI-20 sobe 0,01% para 5379,48 pontos, com seis cotadas em alta, seis em queda e seis inalteradas. Entre os congéneres europeus a tendência é maioritariamente de queda, ainda que seja muito ligeira, numa altura em que se aguarda que o presidente de Itália, Sergio Mattarella, anuncie a dissolução formal do Parlamento, isto num dia em que se prevê que o primeiro-ministro, Paulo Gentiloni, dê uma conferência de imprensa precisamente para anunciar o fim do seu mandato. Aguarda-se assim por confirmar estas decisões e a consequente marcação de eleições em Itália.

A contribuir para a subida da bolsa nacional estão os CTT, ao subirem 0,85% para 3,58 euros, depois de terem apresentado um conjunto de compromissos à Autoridade da Concorrência e de abrirem a rede postal a concorrentes.

A subir está também a Sonae SGPS, ao avançar 0,53% para 1,145 euros, ao contrário da Jerónimo Martins, que cai 0,09% para 15,94 euros.

A pesar na negociação está também a Mota-Engil, ao ceder 0,24% para 3,669 euros, bem como a EDP Renováveis, que segue a recuar 0,16% para 6,711 euros.

Já a EDP sobe 0,03% para 2,898 euros e a Galp Energia cresce os mesmos 0,03% para 15,67 euros.

A sessão deverá voltar a ser marcada pela ausência de notícias com impacto nos mercados um pouco por todo o mundo e ausência de muitos investidores devido à época, o que se traduz numa liquidez baixa, como é normal nesta altura do ano.

(Notícia actualizada com mais informação)