Bolsa Teixeira Duarte está a encaixar cada vez menos com vendas diárias de acções

Teixeira Duarte está a encaixar cada vez menos com vendas diárias de acções

A TD SGPS vendeu acções da Teixeira Duarte pela oitava semana consecutiva ao ritmo de 10 mil por dia. O preço médio foi o mais baixo de sempre.
Teixeira Duarte está a encaixar cada vez menos com vendas diárias de acções
Nuno Carregueiro 31 de julho de 2017 às 17:30

A TD SGPS, holding da família Teixeira Duarte, continua a vender 10 mil acções por dia da construtora, sendo que o encaixe com as operações de venda é cada vez menor, devido à desvalorização dos títulos em bolsa.

 

De acordo com um comunicado enviado à CMVM, na semana passada (entre 24 e 28 de Julho) a TD SGPS alienou um total de 50 mil acções, a um preço médio de 0,3329 euros, o que resultou num encaixe de 16.647 euros.

 

O preço médio foi o mais baixo das oito semanas em que a TD SGPS está a vender acções da construtora, sendo que o encaixe só foi superior ao obtido na semana entre 10 a 14 Julho (16.636 euros).       

 

A TD SGPS está a vender 10 mil acções da Teixeira Duarte em todas as sessões desde 5 de Junho, sendo que desde então já alienou 400 mil acções, conseguindo com as vendas um encaixe de 148,7 mil euros.

 

Tal como o Negócios noticiou na semana passada, citando fonte oficial da Teixeira Duarte, a holding da família está a vender acções para pagar a dívida à banca, que no final do ano passado totalizada 2,4 milhões de euros.

 

A 31 de Dezembro do ano passado a sociedade da família Teixeira Duarte detinha 203.520.000 acções da construtora cotada, representativas de 48,46% do capital. Após as vendas de 10 mil acções por dia, detém agora 48,37%, numa posição avaliada em bolsa em 67,45 milhões de euros.

 

As acções da Teixeira Duarte fecharam esta segunda-feira, 31 de Julho, a subir 1,52% para 0,332 euros. Desde que teve início a venda de 10 mil acções todos os dias, os títulos desvalorizaram 16,6% em bolsa.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub