Bolsa Três décadas de Mota-Engil em bolsa

Três décadas de Mota-Engil em bolsa

A Mota-Engil assinala, esta segunda-feira, 30 anos no mercado de capitais português. Em 2017, a construtora liderada por Gonçalo Moura Martins mais do que duplica a sua cotação.
Três décadas de Mota-Engil em bolsa
PH.BOUTEFEU
Patrícia Abreu 06 de novembro de 2017 às 16:35

Não teve sempre o mesmo nome, nem tão pouco a mesma cotação bolsista. Mas, a Mota-Engil comemora esta segunda-feira, 6 de Novembro, três décadas no mercado de capitais português. A construtora portuguesa estreou-se na bolsa lisboeta com uma capitalização bolsista de 156 milhões de euros. Trinta anos depois é uma das histórias de sucesso no PSI-20.

"Faz-se público que foram admitidas à cotação no mercado oficial, 2.700.000 acções do valor nominal de 1.000 escudos cada uma da Mota & Companhia, S.A. e representadas por títulos de 1, 5, 10, 20, 50, 100 e 500 acções". Podia ler-se no aviso emitido pela bolsa de Lisboa, no dia 5 de Novembro de 1987. Trinta anos depois e várias operações de fusões e aquisições, "stock split" e OPA potestativas, a Mota & Companhia e a Engil convergiram todas na actual Mota-Engil, uma das históricas da praça nacional.

Segundo a informação divulgada pela Euronext Lisbon, numa cerimónia de comemoração da estreia da Mota & Companhia em bolsa, a capitalização bolsista da empresa era de 156 milhões de euros, em 1987, um valor que compara com os actuais 831 milhões. Segundo a gestora da bolsa de Lisboa, para os anos anteriores à fusão entre a Mota & Companhia e a Engil, optou-se pela soma simples das capitalizações das empresas.

Liderada pela família Mota, a Mota-Engil é uma das empresas que mais sobe em 2017. A construtora valoriza mais de 114% este ano, suportada pelas melhores perspectivas para a sua actividade e pela descida do prémio de risco do país. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
SALAZAR Há 2 semanas

30 ANOS DE CORRUPÇÃO. NUM PAÍS A SÉRIO, ESTAVAM QUASE TODOS PRESOS. ANTÓNIO MOTA, JORGE COELHONE, PORTAS, É SÓ ESCOLHER...

MOTA ENGIL com muito orgulho Há 2 semanas

COM ALTOS E BAIXOS, ESTA EMPRESA, DA CARTAS A GIGANTES DO PS-20 QUE SO ENVERGONHAM OS QUEM NELAS INVESTEM, TENHO MOTA E.NGIL , A MUITO TEMPO E PODERIA VENDER COM GANHOS , MAS NAO VENDO

FOSUN : MILENIUM BCP a 0.50 Há 2 semanas




A FOSUN não larga a HIPOTESE de FICAR com todo o BCP por isso não ABDICA de ir AUMENTANDO o NUMERO DE SHORTS para que no LANÇAMENTO da OPA não SEJA ULTRAPASSADO o VALOR DE 0.50 por AÇÃO

pub