Research Uma hora com um analista da Morgan Stanley vai custar 2.500 dólares

Uma hora com um analista da Morgan Stanley vai custar 2.500 dólares

O Morgan Stanley pretende cobrar aproximadamente 2.500 dólares por hora para encontros privados com os seus analistas de acções. É quase o dobro do que cobram os mais renomados advogados do ramo.
Uma hora com um analista da Morgan Stanley vai custar 2.500 dólares
Bloomberg
Bloomberg 17 de outubro de 2017 às 15:15

O Morgan Stanley pretende cobrar aproximadamente 2.500 dólares por hora para encontros privados com os seus analistas de acções, segundo fontes próximas do plano do banco, que é uma preparação para as regras para o sector financeiro da União Europeia que entram em vigor no ano que vem. É quase o dobro do que cobram os mais renomados advogados do ramo.

 

A cobrança não está incluída na anuidade que o Morgan Stanley quer propor pelo acesso básico ao portal de research quando os regulamentos da Directiva de Mercados em Instrumentos Financeiros (conhecida pela sigla MiFID II) forem efectivados, em Janeiro. A informação é de pessoas que pediram anonimato porque as negociações são privadas. O banco também equaciona 25.000 dólares por ano aos pequenos clientes, em troca de acesso a pesquisa básica para cinco utilizadores e cinco horas de interacção com analistas, segundo outra fonte.

 

Com o preço considerado para essas reuniões, o tempo dos analistas do Morgan Stanley passa a ser mais valioso do que o de advogados bem conceituados da área financeira. Os honorários de um sócio de um escritório de prestígio em Londres podem chegar a 1.100 libras por hora (1.450 dólares), de acordo com uma análise realizada no ano passado. O preço dos encontros individuais pode variar de acordo com a experiência e o ranking do analista.

 

Ainda indecisos

 

A menos de três meses da efectivação da versão alterada da MiFID, a 3 de Janeiro, os bancos de investimento ainda não decidiram quanto vão cobrar aos gestores de activos por serviços de assessoria e research. De acordo com as novas regras, relatórios de analistas e outros serviços têm de ser pagos separadamente das comissões cobradas na negociação de instrumentos financeiros.

 

Um representante do Morgan Stanley recusou comentar. Os preços propostos oscilam dramaticamente de banco para banco, enquanto o sector tenta definir o valor de análises que costumavam ser distribuídas gratuitamente. A taxa oferecida a clientes também depende da dimensão da instituição e do nível de acesso solicitado.

 

O preço que o banco cobrará depois do MiFID II é calculado de acordo com a frequência e o número de pessoas que têm acesso aos research, além do tempo que passam com analistas, de acordo com o responsável global pelo research do Morgan Stanley, Simon Pound.

 

Os clientes estão muito mais disciplinados em termos dos "recursos que estão a consumir, o que não acontecia no passado", disse Bound em entrevista em Setembro. "Há muitos anos, nós analisamos muito bem onde os nossos analistas gastam o tempo deles. Isso ajuda bastante."

 

A McKinsey estima que os investidores vão cortar mais de mil milhões de dólares em custos e ficarão mais exigentes onde gastam o dinheiro. A maioria só está disposta a pagar por análises feitas por profissionais com os melhores históricos de desempenho. Um analista de acções de uma corretora ou banco de investimento em Londres recebe uma compensação anual de aproximamente 455.000 dólares, incluindo bónus, segundo dados compilados pela Emolument.com. 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Frederico Há 3 dias

Um chimpazé terá as mesmas hipóteses, na Bolsa. Espero que por aquele preço, em caso de perdas maiores que 5%, o cliente possa cravar dois balázios no analista.

Anónimo Há 3 dias

Viva o montepio e o saxo bank