Bolsa Wall Street abre mista após PIB e resultados empresariais

Wall Street abre mista após PIB e resultados empresariais

As negociações nos mercados norte-americanos começaram a sessão entre ganhos e perdas, depois de o crescimento da economia ter saído acima das previsões e de resultados empresariais melhores que o esperado.
Wall Street abre mista após PIB e resultados empresariais
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 27 de outubro de 2017 às 14:45
Os principais índices bolsistas norte-americanos iniciaram a última sessão da semana sem sinal definido, com o índice industrial a contrariar as subidas das acções tecnológicas e do transversal S&P 500, depois de dados surpreendentemente bons na frente económica e de resultados animadores das empresas.

O S&P 500 abriu a valorizar 0,31% para 2.568,37 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq ganha 1,14% para 6.631,51 pontos. Já o industrial Dow Jones recua 0,1% para 23.376,96 pontos.

A condicionar as negociações estão dados conhecidos antes da abertura das negociações, que dão conta de que a economia norte-americana cresceu 3% no terceiro trimestre em termos anuais, acima do estimado pelos analistas (que apontavam para 2,5%) e depois de ter progredido 3,1% nos três meses anteriores.

A maior economia do mundo contrariou assim os receios de que os dois furacões que atingiram o país nos últimos meses – Harvey e Irma- tivessem tido maior impacto na criação de riqueza no país.

Com a época de resultados trimestrais em curso, entre as principais ganhadoras estão as acções das tecnológicas, que apresentaram números melhores que as expectativas.

A Alphabet, casa-mãe da Google, soma 5,13% para 1.042,26 dólares depois de ter apresentado lucros e receitas acima do esperado, à boleia da actividade publicitária. A Microsoft ganha 7,31% para 84,51 dólares, também depois de resultados para lá do estimado, apoiados no negócio de armazenamento em "cloud" (nuvem).

Já a Amazon avança 8,95% para 1.059,40 dólares, com os resultados a darem sinais positivos do contributo da cadeia de retalho alimentar Whole Food e a Apple, que hoje inicia o período de pré-encomenda para o seu novo iPhone X, ganha 0,92% para 158,86 dólares.

Os ganhos nas praças norte-americanas ocorrem numa altura em que os índices europeus já estiveram a negociar em máximos de cinco meses na expectativa de uma transição suave na política monetária da Zona Euro – depois das garantias deixadas esta quinta-feira por Mario Draghi da manutenção dos estímulos até pelo menos Setembro de 2018 (apesar da redução do valor para compras de activos) e de que os juros continuarão nos níveis mínimos actuais pelo menos até ao fim de 2018.

Uma das poucas excepções aos ganhos é a praça de Madrid, que recua mais de 1,5% perante a incerteza em torno da situação política na Catalunha, no dia em que o Senado espanhol votará a activação do artigo 155.º e que os deputados independentistas aprovaram no Parlamento catalão a proposta de secessão de Espanha.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar