Bolsa Wall Street abre semana com Dow Jones em novo recorde

Wall Street abre semana com Dow Jones em novo recorde

Foi em terreno positivo que as bolsas americanas abriram esta semana. Os três principais índices avançam, sendo que o Dow Jones voltou a tocar num novo máximo histórico perto dos 21.900 pontos.
Wall Street abre semana com Dow Jones em novo recorde
reuters
Diogo Cavaleiro 31 de julho de 2017 às 14:37

O Dow Jones registou um novo recorde. Esta segunda-feira, voltou a abrir em alta. É o quinto dia seguido a valorizar. A semana passada, o índice industrial estava a negociar na casa dos 21.500 pontos, passou os 21.600, superou ainda os 21.700 e, no final da semana, estava já acima dos 21.800 pontos. Hoje, já superou uma nova barreira e tocou nos 21.908,76 pontos. 

 

O S&P 500 negoceia a ganhar 0,19% para 2.476,84 pontos, ao passo que o Nasdaq segue nos 6.394,598 pontos, ao registar uma valorização de 0,31%. O tecnológico Nasdaq e o S&P500 caíram nas duas sessões anteriores.

 

A valorização das bolsas americanas ocorre antes da divulgação de inúmeros dados sobre a maior economia do mundo, relativos a números de emprego de Julho e também valores do ramo industrial.

 

Na Europa, as bolsas começaram a semana a ganhar terreno, contrariando o vermelho do final da semana passada. O banco HSBC apresentou resultados que ficaram acima do esperado e, nesta sessão, as empresas ligadas ao minério também estão a ganhar, na sequência dos recordes de dois anos do cobre. A americana Alcoa, segundo o sentimento, está a marcar uma valorização superior a 1%.

 

Apesar da tendência positiva nas matérias-primas, o petróleo segue a recuar nos mercados internacionais. Por outro lado, a subida das praças americanas ocorre numa altura marcante para o dólar. Neste último dia de Julho, a moeda americana prepara-se para fechar a perder valor pelo quinto mês consecutivo.

 

Em termos empresariais, a Discovery Communications anunciou a compra da Scripps Networks Interactive, um negócio de 14,6 mil milhões de dólares (12,4 mil milhões de euros). A primeira está a perder terreno, recuando 3,6% +ara 25,835 dólares por acção. Já a Scripps segue a avançar 1,04% para 87,81 dólares.

(Notícia actualizada com mais informações às 14:50)

 

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub