Bolsa Wall Street em alta ligeira à espera que Yellen fale sobre "o estado do mercado laboral"

Wall Street em alta ligeira à espera que Yellen fale sobre "o estado do mercado laboral"

As principais praças norte-americanas iniciaram a semana a transaccionar em terreno positivo na expectativa do discurso de Janet Yellen sobre "o estado do mercado laboral".
Wall Street em alta ligeira à espera que Yellen fale sobre "o estado do mercado laboral"
David Santiago 19 de dezembro de 2016 às 14:40

O índice industrial Dow Jones abriu a sessão bolsista desta segunda-feira, 19 de Dezembro, a ganhar ligeiros 0,06% para 19.855,94 pontos, depois de ter concluído um ciclo de seis semanas consecutivas de ganhos, a mais longa em 12 meses, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq Composite que começou a semana a somar os mesmos 0,06% para 5.440,25 pontos.

 

Também o Standard & Poor’s 500 iniciou a sessão a valorizar ténues 0,06% para 2.259,40 pontos.


A marcar este início de sessão está a expectativa dos investidores em relação ao discurso que a presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos, Janet Yellen, que vai falar esta tarde na Universidade de Baltimore sobre "o estado do mercado laboral" norte-americano. A expectativa sobre o discurso de Yellen é positiva até porque a líder da Fed sempre sustentou que uma decisão no sentido de um novo aumento dos juros teria em conta a recuperação de robustez do mercado de trabalho da maior economia mundial. A Fed decretou este mês o segundo aumento dos custos do dinheiro no período de um ano. 

 
Wall Street regressa assim a terreno positivo 
depois de ter fechado no vermelho na passada sexta-feira na sequência das notícias que deram conta de que a marinha chinesa capturou um drone submersível norte-americano no Mar do Sul da China. Dia em que também a forte queda dos títulos da Oracle pressionou.

 

A animar a sessão está a dificuldade logística que impede, para já, as autoridades líbias de avançar com a intenção de aumentar a produção petrolífera do país. Esta intenção da Líbia surgiu em contraciclo ao corte da produção decretada pela organização dos países exportadores de petróleo OPEP), decidido com o intuito de retirar o preço do petróleo dos mínimos históricos em que se tem mantido nos últimos anos.

A cotada que mais se destaca neste início de sessão é a Xg Technology, que dispara 113,04% para 4,9 dólares. Nota ainda par aa Walt Disney que segue a apreciar 1,64% para 105,61 dólares. 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub