Bolsa Wall Street imparável com novos recordes

Wall Street imparável com novos recordes

As principais bolsas norte-americanas estenderam hoje o "rally natalício" e fecharam em níveis recorde, depois de atingirem máximos históricos durante a sessão. Os investidores mostram-se optimistas, às portas da época de divulgação dos resultados trimestrais das empresas dos EUA. O alívio de tensões com a Coreia do Norte também ajudou.
Wall Street imparável com novos recordes
Reuters
Carla Pedro 09 de janeiro de 2018 às 21:39

O Dow Jones encerrou a sessão desta terça-feira a somar 0,41%, para se fixar nos 25.385,80 pontos. Na negociação intradiária tocou num máximo de sempre, nos 25.439,78 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 avançou 0,13% para 2.751,29 pontos – tendo durante a sessão alcançado um máximo histórico nos 2.759,14 pontos.

 

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite valorizou 0,09% para 7.163,58 pontos, não sem antes marcar um novo recorde nos 7.181,14 pontos a meio do dia.

As bolsas do outro lado do Atlântico estiveram, assim, uma vez mais em território nunca antes pisado. O S&P 500 e o Nasdaq registaram o sexto recorde consecutivo de fecho.

 

A ajudar ao impulso esteve o sector da banca, animado pela subida dos juros das Obrigações do Tesouro a 10 anos, bem como o sector da saúde – a corrigir das perdas da véspera.

A sustentar o optimismo reinante estiveram também as primeiras conversações entre as duas Coreias em mais de dois anos – que Washington descreveu como um bom "primeiro passo" para resolver a crise do programa dos mísseis nucleares de Pyongyang.

 

Os investidores estão à espera dos resultados do quarto trimestre para avaliarem o impacto dos cortes de impostos, sobretudo do IRC, previstos na reforma fiscal da Administração Trump. O pontapé de saída da época de apresentação de contas é dado em finais desta semana, a começar com os números de grandes bancos.


(notícia actualizada às 21:56)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub