Bolsa Wall Street regressa a níveis recorde com investidores focados nos resultados

Wall Street regressa a níveis recorde com investidores focados nos resultados

Depois da queda de ontem, as principais praças americanas começaram o dia em terreno positivo com os investidores a voltarem atenções para a apresentação de resultados trimestrais. Dow Jones e Nasdaq Composite já atingiram novos máximos de sempre.
Wall Street regressa a níveis recorde com investidores focados nos resultados
Reuters
David Santiago 10 de outubro de 2017 às 14:37

O índice Dow Jones abriu a sessão desta terça-feira, 10 de Outubro, a ganhar 0,27% para 22.822,97 pontos, o Nasdaq Composite a somar 0,30% para 6.599,777 pontos, e o Standard & Poor’s 500 a apreciar 0,25% para 2.551,20 pontos. Tal como na última sessão, uma vez mais o índice industrial e o tecnológico abrem a registar novos máximos de sempre, com o Dow Jones a tocar nos 22.824,05 pontos e o Nasdaq Composite a atingir os 6.603,737 pontos.

 

Wall Street regressa assim aos ganhos depois das quedas registadas na última sessão, que até havia começado bem com o Nasdaq e o Dow Jones a arrancarem a semana de negociação bolsista em máximos de sempre.


Uma vez mais a animar o início de sessão está a atenção dada pelos investidores à época de apresentação de resultados, sendo que esta semana assume particular importância na medida em que alguns dos maiores bancos americanos irão divulgar os números referentes aos exercícios financeiros registados no terceiro trimestre.

O JP Morgan e o Citigroup divulgam resultados na próxima quinta-feira, com o Wells Fargo e o Bank of America a fazerem o mesmo no dia seguinte. Entretanto, a gestora de fundos BlackRock dá o tiro de partida já esta quarta-feira. 

A animar o início de dia está a Wal-Mart, que avança 3,54% para 83,37 dólares, depois de a retalhista ter apresentado um plano de recompra de acções no valor de 20 mil milhões de dólares e de ter antecipado que as vendas online cresçam cerca de 40% no próximo ano fiscal. 

Também em alta está a BlackRock que ganha 0,41% para 464,11 dólares, seguida pelo JP Morgan a subir 0,33% para 96,71 dólares e pelo Citigroup que cresce ténues 0,09% para 75,45 dólares. 


(Notícia actualizada às 14:42)




pub