Bolsa Wall Street sobe com volatilidade em mínimos de 1993

Wall Street sobe com volatilidade em mínimos de 1993

As principais praças dos Estados Unidos abriram a negociar em terreno positivo numa altura em que o índice VIX, que mede o medo dos investidores, atingiu o valor mais baixo em 14 anos.
Wall Street sobe com volatilidade em mínimos de 1993
Reuters
David Santiago 09 de maio de 2017 às 14:34

O índice Dow Jones abriu a sessão desta terça-feira a somar ligeiros 0,03% para 21.019,43 pontos, seguido pelo tecnológico Nasdaq Composite a ganhar 0,12% para 6.109,723 pontos, e pelo Standard & Poor’s 500 a avançar 0,10% para 2.401,83 pontos.

 

A animar Wall Street está o nível mínimo de 1993 atingido pelo índice VIX, que mede o medo dos investidores relativamente às movimentações do S&P 500.

 

A contribuir mais recentemente para esta queda esteve a vitória de Emmanuel Macron nas presidenciais francesas do passado domingo, bem como os robustos resultados referentes ao primeiro trimestre apresentados pelas cotadas americanas. Em média os lucros das cotadas que integram o S&P 500 aumentaram 14,4%.

 

"A complacência voltou tão rapidamente que se começa a sentir o ambiente vivido em 2005-2006, quando nada parecia perturbar os maiores mercados mundiais", explicou George Gonçalves, estrategista do Nomura, numa nota citada pela Bloomberg.

 

Não se aguardando a divulgação de dados económicos relevantes ao longo desta terça-feira, os investidores americanos vão centrar atenções nas declarações públicas que hoje serão feitas por elementos da Reserva Federal dos Estados Unidos, incluindo Neel Kashkari, presidente da Fed de Minneapolis.

 

Esta terça-feira o dólar segue a valorizar, sendo que o índice que mede o comportamento da moeda americana face às principais divisas mundiais atingiu hoje o valor mais alto em mais de duas semanas. A valorização do dólar está a ser potenciada pela perspectiva de uma nova subida dos juros pela Fed já no próximo mês de Junho. 

A apoiar os ganhos neste início de sessão está a Valeant Pharmaceuticals que segue a disparar 17,49% para 11,40 dólares, depois de ter reportado o primeiro ciclo de três meses com lucros em seis trimestres.

 

O Marriott International também soma 5,25% para 101,43 dólares, depois de a cadeia de hotéis ter registado lucros no primeiro trimestre que superaram as estimativas dos analistas.

 

Já a Hertz está a afundar 16,63% para 12,43 dólares, depois de ter tido um prejuízo nos primeiros três meses do ano superior ao estimado.

 

(Notícia actualizada às 14:47)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub