Bolsa Wall Street começa semana no verde apoiada pela subida do petróleo

Wall Street começa semana no verde apoiada pela subida do petróleo

As principais praças norte-americanas estão negociar em alta, seguindo a subida do preço do petróleo. Também a apoiar está a convicção dos analistas de que Trump não elevou chances de vitória nas presidenciais de Novembro.
Wall Street começa semana no verde apoiada pela subida do petróleo
Reuters
David Santiago 10 de Outubro de 2016 às 14:39

O índice industrial Dow Jones iniciou a sessão desta segunda-feira, 10 de Outubro, a somar 0,62% para 18.354,17 pontos, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq Composite que começou o dia a ganhar 0,57% para 5.322,336 pontos.

 

Já o índice Standard & Poor’s 500 abriu a sessão a subir 0,5% para 2.165,20 pontos.

 

O optimismo verificado em Wall Street neste início de dia segue-se ao debate que decorreu na última noite (madrugada em Lisboa) entre os dois principais candidatos presidenciais, a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump.

 

A convicção generalizada é a de que a democrata venceu este segundo debate contra o candidato apoiado pelo Partido Republicano, com os analistas em Wall Street a acreditarem que o polémico magnata do imobiliário não conseguiu reforçar as possibilidades de vitória sobre a antiga primeira-dama.

 

Os mercados norte-americanos vêem com bastantes reticências um eventual mandato presidencial de Donald Trump. Para o Wells Fargo, numa análise realizada em Setembro e citada pela agência Bloomberg, o resultado eleitoral com um impacto "neutral" para os mercados passaria por uma vitória de Clinton.

 

Também a animar este início de sessão está a valorização do preço do petróleo que se verifica ao longo da manhã nos mercados internacionais, estando nesta altura o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, a subir 1,47% para os 50,54 dólares por barril.

 

Os investidores norte-americanos permanecem também atentos à posição que a Reserva Federal dos Estados Unidos irá adoptar relativamente à taxa de juro directora do país. Como tal, estão na expectativa pela divulgação, já na próxima quarta-feira, das minutas relativas ao encontro mensal mantido pela autoridade monetária em Setembro.

 

Já no final da semana, na sexta-feira, serão divulgados dados actualizados sobre o sentimento dos consumidores, as vendas no sector do retalho e ainda os preços nos produtores, números que permitirão aferir com maior grau de exactidão o nível de recuperação da maior economia mundial. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub