Bolsa Wall Street recupera depois de divulgação das minutas da Fed

Wall Street recupera depois de divulgação das minutas da Fed

A sessão começou negativa, mas depois de divulgadas as minutas da Fed os principais índices norte-americanos fecharam em alta. Só o Nasdaq fechou a cair.
Wall Street recupera depois de divulgação das minutas da Fed
Reuters
Negócios 12 de Outubro de 2016 às 21:38
As bolsas dos Estados Unidos da América fecharam a sessão desta quarta-feira, 12 de Outubro, em alta ligeira. Os principais índices fecharam a subir, à excepção do Nasdaq que perdeu 0,15%.

Mas a sessão não foi toda de ganhos. Wall Street abriu, mesmo, em queda. Mas depois de divulgadas as minutas da Reserva Federal (Fed) referentes à reunião de Setembro, o mercado norte-americano inverteu. 

O índice Dow Jones subiu 0,09% para os 18.144,2 pontos e o S&P 500 valorizou 0,11% para 2.139,18 pontos.

As minutas mostraram, ainda assim, divisão entre os membros da Fed, não tendo a decisão de manter as taxas em Setembro sido consensual. Mas é revelado que a breve prazo poderá mesmo haver a subida, mas o que não deverá acontecer antes de Dezembro, como já antecipado pelo mercado. E assim as bolsas inverteram. É uma confirmação declarou Melda Mergen, vice-presidente da Columbia Threadneedle Investments citada pela Bloomberg.

Também subiram depois da sessão de terça-feira ter sido de perdas, motivadas pelos resultados desapontantes apresentados por algumas empresas norte-americanas, nomeadamente a Alcoa. Mas na sessão de quarta-feira houve impacto de resultados desapontantes, desta feita arrastados pela Europa. A Ericsson indicou que o negócio estava pior do que o esperado. E logo arrastou outras tecnológicas nos Estados Unidos, como a Cisco.

E também por aí se justifica a queda do Nasdaq em 0,15% para 5.239,02 pontos.

(Notícia actualizada às 21:50 com mais informações)



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub