Fundos de investimento Warren Buffett espanhol investe na Sonae, Nos e Semapa

Warren Buffett espanhol investe na Sonae, Nos e Semapa

O ex-gestor estrela da Bestinver, que no passado foi muito activo na bolsa de Lisboa, mantém investimentos em quatro cotadas.
Warren Buffett espanhol investe na Sonae, Nos e Semapa
Patrícia Abreu 28 de agosto de 2017 às 07:00
Conhecido como o Warren Buffett espanhol, Francisco García Paramés foi um dos gestores mais activos na bolsa portuguesa enquanto liderou o fundo da Bestinver. Três anos depois de ter abandonado esta gestora, Paramés gere um dos fundos mais rentáveis no mercado espanhol, o Cobas Iberia. E há pelo menos quatro empresas nacionais onde o "gestor-estrela" está a investir.

A 22 de Setembro de 2014, a indústria da gestão de activos espanhola era surpreendida com o anúncio da saída de Francisco García Paramés da Bestinver, uma das mais bem sucedidas gestoras espanholas e também uma das mais activas na praça nacional. Passado o período que o impedia de aceitar cargos na gestão de activos, Paramés regressou, no início deste ano, com o lançamento de uma nova gestora de activos: a Cobas Asset Management. E o gestor já detém investimentos em Portugal. Sonae, Semapa, Sonae Capital e Nos captam cerca de 17 milhões de euros dos fundos da Cobas.

A "holding" de Queiroz Pereira é a empresa onde a gestora espenhola mantém uma posição mais valiosa. Segundo os dados compilados pela Bloomberg, a Cobas detém 0,52% do capital da Semapa, uma participação avaliada em 6,6 milhões de euros. Quem também merece a atenção do "guru" espanhol é o grupo Sonae. A gestora mantém investimentos na Sonae e na Sonae Capital avaliados em mais de 5,7 milhões de euros. Já na Nos, a exposição é quase residual (0,18%) e vale cerca de cinco milhões de euros.

Enquanto Paramés está a regressar ao mercado accionista português, a Bestinver tem vindo a perder influência na bolsa lisboeta. Detém investimentos em dez cotadas na praça nacional, mas há apenas duas companhias onde assume participações de relevo: a Semapa e a Ibersol. Na dona da Navigator controla perto de 9% do capital, enquanto na empresa de restauração possui 12,6% das acções.



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Conselho a uma Filha também chamada Patrícia 28.08.2017

Ao tentares extraíres ensinamentos do que fazem ou do que não fazem os gestores de ativos em muitos países, fia-te no que eles compram para si, não no que eles compram ou dizem comprar para os clientes, embora, como sempre, possa haver exceções à regra.Quem te aconselha teu Amigo (e teu Pai) é, e seguramente, como sabes, tem conhecimento de causa, e “saber de experiência feito”, como diria o prudente e por vezes sábio (lembra-te de Alcácer Quibir…) “Velho do Restelo”.

comentários mais recentes
ENRAB..esguicho 28.08.2017

Os bons gestores investem em empresas de TOPO, como estas!

Pis 28.08.2017

Coitado, alguém tem de explicar ao Sr. o que é a Sonae. Bem, o Buffet original cometeu o erro da Wallmart, estará a versao espanhola a seguir-lhe os passos mas em pior?

Anónimo 28.08.2017

e so estrelas. o Bava tambem era uma estrela. as era mais um meteoro que ao espatifar-se espatifou - juntamente com gente pouco recomendavel - com uma blue chip. Percebe-se para que existem / existiam as golden shares. supostamente o rapaz estrela deve jogar ao monopolio com dinheiro dele. depois quando da para o torto la sai mais um resgate. comparar com o buffet e um bocado arriscado

Conselho a uma Filha também chamada Patrícia 28.08.2017

Ao tentares extraíres ensinamentos do que fazem ou do que não fazem os gestores de ativos em muitos países, fia-te no que eles compram para si, não no que eles compram ou dizem comprar para os clientes, embora, como sempre, possa haver exceções à regra.Quem te aconselha teu Amigo (e teu Pai) é, e seguramente, como sabes, tem conhecimento de causa, e “saber de experiência feito”, como diria o prudente e por vezes sábio (lembra-te de Alcácer Quibir…) “Velho do Restelo”.

ver mais comentários
pub