03 de setembro de 2018 às 11:42
Acção de Trump dá preferência às acções dos EUA
As bolsas norte-americanas somam e seguem, indiferentes às discussões sobre as tarifas. Apesar da fase avançada do ciclo de ganhos nos EUA - trata-se do maior "bull market" de sempre - , os especialistas vêem espaço para ganhos adicionais nesta região. A BlackRock justifica a aposta nas acções norte-americanas com a "dinâmica de resultados incomparável, corte de impostos e estímulos orçamentais". Ainda assim, a maior gestora de activos do mundo prefere títulos de maior qualidade e valor. "Os sectores financeiro e tecnológico são os nossos preferidos", acrescenta a entidade, numa nota. A Candriam também gosta das tecnológicas, mas identifica igualmente oportunidades no sector do consumo, que vai beneficiar com o crescimento da procura doméstica. 

As empresas dos EUA deverão continuar a ser menos afectadas pela guerra comercial de Trump.