Investidor Privado Por que a China pode provocar um terramoto nos mercados
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Por que a China pode provocar um terramoto nos mercados

A segunda maior economia do mundo tem vindo a abrandar o ritmo de crescimento. Uma forte travagem da China é uma das principais ameaças à estabilidade financeira. A maioria dos analistas acredita, no entanto, que a economia chinesa vai evitar uma "aterragem violenta".
Raquel Godinho 16 de abril de 2012 às 12:00

A China pode abalar os mercados. E isso foi notório na última sessão da semana passada. A China anunciou um

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
asCetabid2a4 05.12.2016

http://buyviagrasoft2010.top/ - buy viagra soft tabs http://cialis-20mg.us/ - cialis http://buybupropion2013.top/ - buy bupropion http://buy-avodart.gdn/ - avodart

asCeta16some 14.11.2016

http://cialispill.top/ - cialis pill http://neurontin-online.party/ - neurontin online http://clomid-for-men.cricket/ - clomid pill http://keflex.xyz/ - buy keflex online http://proscar-online.trade/ - proscar http://arimidexonline.link/ - arimidex http://cialis-cost.party/ - cialis

Macedo de Barros 17.04.2012

O círculo de fogo da voragem capitalista está a fechar-se; no primeiro ímpeto ganancioso, atraído pelo isco político do mercado laboral barato, deslocalizaram empresas para a China, onde têm autorização, para poluir à vontade. De repente aumentam as taxas de desemprego no mundo ocidental, pois claro! Os políticosinhos reactivos, crédulos do liberalismo capitalista, acabam por ter de reduzir o apoio social e baixar as condições salariais do Ocidente, para verem se atraem, com um isco mais fraco os tubarões da economia! Duplamente burros, por acreditarem no capitalismo e no pior comportamento da espécie humana mais gananciosa e egoista e por acreditarem que conseguem pescar um peixe, que esteja com um peixão na boca, com isco de minhoca...! E os que se julgam uns potentos da raça humana, quais super-homens da vigarice económica, ficam na China, que já não consegue exportar tanto para o Ocidente desempregado e falido, à espera de uma falência anunciada, pois que se esqueceram de alimentar bem o mercado de onde fugiram e vivem da miséria laboral chinesa, que não tem capacidade de consumo! É que as empresas precisam de um consumo forte, para sobreviverem...; isto não é percebido pelso nabos da política e pelos nabos da alta finança capitalista! Há uma coisa positiva; os que dominam a nossa espécie, espalham uma grande cultura hortícola pelo planeta..., que até não é verde nem branca..., mas que se reproduzem muito bem no meio dos bananas...! Coclusão, a espécie humana evoluiu dos vegetais...!

jcarriço 16.04.2012

ja anda algum tempo a ameaçar deve de estar por ai.. não há fumo sem fogo lá dizia o meu tio que era bombeiro..................á falta os cumprimentos para os ricos dos bombeiros pobres estes é que apagam sempre qualquer tipo de fuego.........

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub