Matérias-Primas Petróleo volta aos ganhos e sobe mais de 2%

Petróleo volta aos ganhos e sobe mais de 2%

Depois de três sessões de perdas, os preços da matéria-prima regressam aos ganhos e voltam a negociar acima dos 30 dólares por barril.
Petróleo volta aos ganhos e sobe mais de 2%
Bloomberg
Raquel Godinho 09 de fevereiro de 2016 às 08:57

O petróleo interrompe um ciclo de três dias de perdas. Esta segunda-feira, o ouro negro chegou a cair mais de 4% arrastado pelas fortes perdas dos mercados accionistas que foram penalizados pelos receios dos investidores em torno da economia mundial. Mas, esta terça-feira, as cotações recuperam e estão a negociar acima dos 30 dólares por barril.

Em Nova Iorque, o West Texas Intermediate (WTI) sobe 2,26% para os 30,36 dólares por barril. Já em Londres, o Brent, que serve de referência às importações portuguesas, avança 1,31% para os 33,31 dólares por barril. Com esta subida, o petróleo recupera das perdas registadas nas últimas três sessões, período em que desvalorizou cerca de 8%.

Os preços da matéria-prima estarão pendentes da expectativa em torno da divulgação das reservas de combustíveis nos Estados Unidos, prevista para esta quarta-feira. A estimativa dos analistas é de que seja anunciado pelo Departamento de Energia um aumento de 3,2 milhões de barris nos inventários de crude.


"O petróleo em torno dos 30 dólares parece ser o limite do mercado", explicou Jonathan Barratt. O responsável pela área de investimento da Ayers Alliance Securities acrescentou que "todas as vezes que fica abaixo deste nível, vemos uma recuperação".

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub