Mercados num minuto Abertura dos mercados: Bolsas sobem, juros descem e bitcoin supera os 14 mil dólares

Abertura dos mercados: Bolsas sobem, juros descem e bitcoin supera os 14 mil dólares

As bolsas europeias iniciaram o dia com ganhos ligeiros, num dia de mais um recorde da bitcoin e da recuperação do petróleo.
Abertura dos mercados: Bolsas sobem, juros descem e bitcoin supera os 14 mil dólares
Reuters
Sara Antunes 07 de dezembro de 2017 às 09:22

Os mercados em números

PSI-20 sobe 0,55% para 5.410,49 pontos

Stoxx 600 ganha 0,14% para 386,87 pontos

Nikkei valorizou 1,45% para 22.948,03 pontos

"Yield" a 10 anos de Portugal recua 2,8 pontos base para 1,852%

Euro recua 0,05% para 1,179 dólares

Petróleo avança 0,46% para 61,50 dólares em Londres 

 

Bolsas europeias regressam aos ganhos

Os principais índices bolsistas europeus estão a subir, a recuperar das quedas da última sessão. O Stoxx600, que agrega as 600 maiores cotadas europeias, está a apreciar 0,14%, num início de dia de ganhos ligeiros nas principais praças europeias. 

Na bolsa nacional o cenário não é diferente. O PSI-20 avança 0,55%, com a Mota-Engil a ganhar mais de 3% e a renovar máximos de Novembro de 2014. Os ganhos do BCP, em torno de 0,5%, também estão a contribuir para a subida do índice nacional.

Juros descem e reduz o prémio de risco

As taxas de juro implícitas nas obrigações nacionais estão a cair na maior parte dos prazos. A 10 anos - taxa de referência - a queda é de 2,8 pontos base para 1,852%, próximo de mínimos de Abril de 2015. Ao mesmo tempo, os juros da Alemanha seguem pouco alterados nos 0,297%, o que leva a uma redução do prémio de risco para 155 pontos base. 

Libra recua pela terceira sessão

A moeda britânica continua a ser penalizada pelas incertezas sobre os resultados das negociações entre Londres e Bruxelas sobre o Brexit, sendo cada vez mais improvável que seja alcançado um acordo antes cimeira europeia agendada para a próxima semana. Na terceira sessão em terreno negativo, a libra desce 0,14% para 1,3374 dólares, tendo tocado em mínimos de mais de uma semana.

 

No câmbio do euro face ao dólar, a moeda europeia está a desvalorizar 0,05% para 1,179 dólares, perante as noticias que apontam para o avanço da reforma fiscal nos Estados Unidos, sendo que as propostas que foram aprovadas na Câmara dos Representantes e no Senado têm ainda de ser conciliadas.

 

Petróleo recupera de subida das reservas

O petróleo está a recuperar parte do terreno perdido na véspera, quando foi penalizado pela divulgação de um aumento das reservas de gasolina nos Estados Unidos. O WTI em Nova Iorque soma 0,3% para 56,13 dólares e o Brent em Londres avança 0,46% para 61,50 dólares, depois de na última sessão ter recuado 2,61%. O aumento dos "stocks" de gasolina nos tanques de armazenamento dos EUA sugere que as refinarias poderão não precisar de processar tanto crude quanto o que está a disponível para entrega. 

 

Bitcoin volta a disparar e já vale mais de 14 mil dólares

A bitcoin continua a disparar nos mercados. Despois de ter disparado mais de 13% na quarta-feira, 6 de Dezembro, esta criptomoeda volta a brilhar subindo mais de 7% para 14.324,5 dólares. Ou seja, um novo recorde. Nestes quatro dias de negociação da semana, a bitcoin já valorizou 31,4%, o que representa mais 3.425 dólares por unidade. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 6 dias

ahahahahaha.... Sabem como acabou a Dª. Branca nos anos oitenta?

pub