Obrigações Procura pelas obrigações do Sporting supera oferta em 2,57 vezes

Procura pelas obrigações do Sporting supera oferta em 2,57 vezes

A SAD do Sporting conseguiu obter os 30 milhões de euros que pretendia através da emissão de obrigações. Os investidores colocaram ordens para bem mais do dobro. A meta foi alcançada logo no primeiro dia da operação.
Paulo Moutinho 21 de Maio de 2015 às 16:47

O Sporting garantiu o financiamento de 30 milhões de euros numa emissão de obrigações em que a procura foi superior à oferta. A SAD tinha seis milhões de títulos para colocar, mas os investidores apresentaram ordens para 2,57 vezes o número de títulos atraídos pela elevada taxa apresentada: 6,25%.

 

15.424.617 obrigações. Foi esta a procura total registada pelo Sporting na emissão de mais um empréstimo obrigacionista. Os investidores apresentaram ordens no valor de 77 milhões de euros numa operação em que a SAD do clube de Alvalade pretendia apenas obter 30 milhões de euros.

 

O número de obrigações solicitadas pelos investidores superou em 2,57 vezes os títulos a colocar, num total de seis milhões, sendo que de acordo com a informação enviada à CMVM, logo no primeiro dia de subscrição a procura ascendeu a 7.905.319 obrigações, ou seja, mais do que o pretendido.

 

Esta elevada afluência pode ser explicada pela rentabilidade oferecida pelas obrigações da SAD verde e branca, títulos que estiveram a ser comercializados ao mesmo tempo que os da SAD do FC Porto. A taxa oferecida é de 6,25%, enquanto a do clube azul e branco é de 5%. Estes juros são brutos. E é preciso ter em conta que o investimento em obrigações exige o pagamento de comissões.

 

Rateio de títulos

 

A elevada procura levou a que fosse necessário proceder ao rateio dos títulos, sendo que cada investidor que apresentou a ordem junto do intermediário financeiro ficou com um mínimo de 200 obrigações, ou seja, um investimento de mil euros. A maioria dos investidores conseguiu entre uma e mil obrigações.

 

Segundo os dados divulgados pela SAD, nesta operação participaram 4.241 investidores, com 1.861 a ficarem com uma a mil obrigações. Houve ainda mais 1.739 que subscreveram, cada um, entre 1.001 a 5.000 obrigações, ou seja, investindo até 25.000 euros nestes títulos.

 

Houve, segundo dados do Sporting, cinco investidores que fizeram aplicações bem mais avultadas. Estes cinco ficaram com mais de 100 mil obrigações cada um, o que obrigou a um investimento de 500 mil euros.

 

(notícia actualizada às 16h55 com mais informações sobre o resultado da emissão)




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado VIRTUALUNIT 21.05.2015

Acreditam no Clube ainda bem para o Sporting, agora vamos ver como se vai desenrolar!
Não tem capital garantido!! Era melhor se fosse Taxa 6,25% ou 0% de juro, duque poder haver hipótese de perda de capital!

comentários mais recentes
Vitor Melo 21.05.2015

E o risco até é baixinho.

Anónimo 21.05.2015

Se falir não se esqueçam de fazer manifestações a porta do Novo Banco

Anónimo 21.05.2015

E se não pagarem - também vão fazer manif's e associações de expoliados que coidatinhos não sabiam que havia risco?

Anónimo 21.05.2015

já me ... fd! Eu pedi só 25K, devia ter ido aos 75K!

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub