A carregar o vídeo ...
Catarina Martins: Portugal não pode ser uma "República das Bananas"
06.12.2017
O Bloco de Esquerda criticou hoje o Governo por causa das rendas excessivas na energia e alertou que Portugal não pode ser uma República das Bananas, que faz contratos “à medida dos grandes interesses económicos”.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Rm Há 1 dia

Acusação do BE ao PS é justa ? Primeiro devemos definir o carater do PS. Mesmo o povo que vota PS sabe, reconhece, indigna-se (esperando que a situação melhore), que o Partido não foi nem é 100% transparente quando está a governar. Exemplos do que se lê e ouve: um tem 40.000 macieiras no seu quintal. Outro compra um apartamento de 650.000 Euros (a um familiar da Teixeira Duarte) para estar mais perto dos sogros. Outro diz-se que tem 30 Milhões na Suiça. Outros são simultaneamente deputados e sócios de empresas com as quais fazem negócios com o governo. Outros assumem cargos de assessores não por terem competencia técnica, mas por terem cartão de militante, etc. Não posso afirmar que haja crime. Mas é certamente muita falta de transparencia e de ética nas Compras, Adjudicações, Contratações, e, mais grave, na Complacencia dos governos com esta situação e na quase ausencia de Luta contra a Corrupção e por uma Justiça mais Eficaz nos tribunais, etc. Pessoalmente tenho esperança