A carregar o vídeo ...
Costa: "Nada justifica" o despedimento de 3 mil trabalhadores na PT
23.05.2017
O primeiro-ministro, António Costa, assegurou hoje que o Governo "não dará qualquer autorização" para um eventual despedimento por parte da Altice de cerca de três mil trabalhadores na PT, considerando que "nada o justifica".


A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 24.05.2017

As esquerdas sindicais que vêem no factor trabalho um fim em si mesmo e no sindicato o clube que fanaticamente apoiam quais tiffosi inebriados pelo keynesianismo desmiolado e o marxismo anti-capital, como se houvesse alguma distinção entre os factores produtivos a não ser aquela que advém do valor que a sua combinação consegue gerar com base na mais economicamente racional alocação dos mesmos, têm que perceber que a crise económico-social de equidade e sustentabilidade que se vive é acima de tudo culpa sua porque é com base nas profundas distorções de mercado que fomentam que outras distorções de mercado obtêm as condições para surgir e proliferar.

Anónimo 23.05.2017

E os despedimentos de tantos outros despedidos com acordo "amigável" após perseguição psicológica e ameaças de despedimento por extinção de posto.
O governo só se preocupa se for noticia nos média....vamos ver quando chegar a vez da CGD.

pertinaz 23.05.2017

A ESCUMALHA ENGOLE E CALA !!!