A carregar o vídeo ...
Francisco Veloso concorda com avaliação das agências de "rating" a Portugal
09.04.2017
O director da Católica Lisbon School of Business não concorda com o ministro das Finanças quando refere que as agências de rating estão a ser injustas com Portugal porque, recorda, "eles próprios sabem fazer contas".


A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump Há 2 semanas

Ja venho notando ha muito tempo q as pessoas estaveis sao as pessoas que mais se preocupam com o caminho(rumo) q o pais pisa,Nao terao elas a responsabilidade de dar uma mao ao patego teimoso e ate mesmo arrasta-lo nem que seja a forca para o rumo certo.Ao fim e ao resto sao eles os adultos dum pais

Anónimo Há 2 semanas

Para ser simpático, digo que este senhor, como tantos outros, é a voz do dono ou seja, da coligação de interesses (exploradores/corruptos/parasitas) e., no mínimo, respeitar aqueles portugueses que foram vítimas, do gigantesco roubo dos anteriores ocupantes do poder, estes portugueses.

António Coutinho Há 2 semanas

Por causa de gente como este senhor, é que Portugal esteve na situação miserável em que esteve. Os novos "Donos disto Tudo" que estão á espreita de oportunidade para deitar a mão ao que ainda resta deste Povo, mandam, de vez em quando, empregados desta espécie, insultar quem trabalha. É bom saber!

Conselheiro de Trump Há 2 semanas

Diz o ditado:ao acaso encontramos coisas valiosas:parece-me que estou de frente com um possivel ministro das financas no proximo governo de centro direita.Vou tecer por tal.

ver mais comentários