A carregar o vídeo ...
Lisboetas desafiados a trocar automóvel pelo comboio por ser “mais rápido e económico”
23.01.2018
Em hora de ponta da manhã para entrar em Lisboa, os automobilistas enfrentaram hoje os "radares de lentidão" no semáforo da Cruz Quebrada (Oeiras), onde foram desafiados a trocar o automóvel pelo comboio por ser “mais rápido e económico”.


A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Fpublico condenado a 48 anos trabalho/descontos 24.01.2018

EM PORTUGAL-LISBOA ATE OS CIGANOS E PESSOAL DOS BAIRROS SOCIAIS COM CASA A CUSTA DOS MEUS IMPOSTOS,ANDAM DE CARRO
OS TUGAS E MADADAMES TUGAS QUEREM É MANETE NUMA MAO E TELEMOVEL NA OUTRA

Zé Manel 24.01.2018

Os comboios não se tornaram mais rápidos. O serviço até está pior. A CML com as novas obras é que tornou impossível a deslocação por automóvel. Hoje sugerem os comboios, amanhã vão sugerir que vão a pé.

Anónimo 23.01.2018

Concordo a 100%

Façam de vez a ligação à linha de Cintura em Alcântara... Mais estações de Metro com ligação entre linhas Sintra e Cascais... Ligação fácil ao eixo central sem grandes demoras. Articulem os comboios (p.ex. Alcantara-Terra só comboios de 30 em 30 minutos?) As pessoas usarao mais!

Anónimo 23.01.2018

Façam de vez a ligação à linha de Cintura em Alcântara... Mais estações de Metro com ligação entre linhas Sintra e Cascais... Ligação fácil ao eixo central sem grandes demoras... Articulem os comboios (p.ex. Alcantara-Terra só comboios de 30 em 30 minutos?) E as pessoas passarão a usar mais os TP.