A carregar o vídeo ...
Negócios explica implicações da lista negra de offshores europeia
06.12.2017
Portugal tem uma lista nega de offshores quatro vezes maior do que a recém-anunciada pela União Europeia, mas, ainda assim, há cinco países novos, entre os quais Macau e Tunísia. A inclusão destes territórios na lista negra nacional constituiu um entrave às relações económicas com Portugal, que se fará de forma menos fluída e com mais encargos fiscais, como lhe explica Elisabete Miranda, redactora principal no Negócios.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar