A carregar o vídeo ...
Negócios explica o que muda nos casos de assédio e rescisões de contratos
04.09.2017
O diploma que reforça as garantias de vítimas e testemunhas em caso de assédio no trabalho também altera o artigo relativo à generalidade das rescisões por acordo. Catarina Almeida Pereira, jornalista do Negócios, explica o que muda.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 04.09.2017

Há um banco no mercado que costuma pôr os empregados excedentes meses a fio sem fazer nada e com a ameaça de extinção do cargo ???? até eles acederem à proposta de rescisão de contrato.
Imaginem estar sentado as 8 horas diárias sem nada fazer e sem que ninguém lhes dirija a palavra x meses.