Auditoria e Revisão de Contas 2018 Fundamental no bom funcionamento dos mercados e da economia

Fundamental no bom funcionamento dos mercados e da economia

Auditoria e revisão de contas assegura a qualidade da informação disponibilizada pelas empresas. A contabilidade é a linguagem dos negócios.
Fundamental no bom funcionamento dos mercados e da economia

A auditoria e revisão de contas é importante para a economia nacional e mundial. Aumenta a credibilidade da informação económica, contribuindo para a transparência do mercado. Ajuda a regular este mesmo mercado e auxilia, igualmente, na tomada de decisões. Isso mesmo é explicado por Rogério Serrasqueiro, Ana Maria Simões e Isabel Lourenço, que compõem a direcção dos Executive Masters em Controlo de Gestão e Performance e em Contabilidade e Fiscalidade do INDEG-ISCTE.

 

 

A auditoria e revisão de contas desempenha um papel "fundamental no desejável bom funcionamento dos mercados e da economia em geral ao constituir um reforço da garantia da qualidade da informação disponibilizada pelas empresas", começam por referir os três docentes, acrescentando que "uma das componentes fulcrais dessa informação é a informação contabilística elaborada de acordo com os normativos contabilísticos em vigor". A contabilidade - prosseguem - é, actualmente, vista como "a linguagem dos negócios", dado que dá a conhecer a natureza e a evolução destes a "um conjunto de possíveis interessados". Atendendo a que existe um conjunto de utilizadores, no qual se encontram investidores individuais e instituições de crédito, que utilizam a informação contabilística com o intuito de tomar decisões económicas, "a contabilidade assume o papel essencial de proporcionar informação que seja útil nesse processo de tomada de decisão".

 

 

Acima de tudo: protecção

 

 

"A informação contabilística auditada, com a correspondente garantia de que foi preparada de acordo com as normas de contabilidade em vigor, tem por objectivo a protecção de todos os utilizadores que a usam na tomada de decisões económicas e assume-se, assim, como um mecanismo que regula a própria economia visando, por um lado, a protecção dos fornecedores de capital (accionistas ou credores) e, por outro lado, possibilitando melhores condições de financiamento, devido à menor assimetria da informação que proporciona e ao consequente menor risco para os fornecedores de capital às empresas." Para os três responsáveis do INDEG-ISCTE, a criação de um clima de protecção dos utilizadores da informação contabilística assume-se, por isso, "como um elemento essencial para garantir uma adequada afectação dos recursos económicos, quer a nível nacional quer a nível internacional".


Professores altamente qualificados

Tanto o Executive Master em Controlo de Gestão e Performance como em Contabilidade e Fiscalidade têm "um corpo docente altamente qualificado, que conjuga o conhecimento teórico com a experiência e o conhecimento da prática empresarial". Mais de metade dos docentes, sublinham Rogério Serrasqueiro, Ana Maria Simões e Isabel Lourenço, "têm doutoramento na área da contabilidade e quase todos têm contacto com a realidade empresarial pelo facto de exercerem, em simultâneo, uma actividade profissional em empresas portuguesas ou por terem uma participação activa em organismos reguladores e actividades de consultoria em diversas empresas".






Informação adicional sobre os programas:

 

Executive Master em Controlo de Gestão e Performance
Edição: 20ª edição
Calendário: Setembro de 2018 a Junho de 2019
Duração: 200 horas em sala
Regime: Pós-laboral (terça e quinta-feira das 18h30 às 22h30)
Propina: 7.490 € (com redução de 400 euros, caso a candidatura
se materialize até 31 de Julho)
Candidaturas: Até 15 de Setembro de 2018

Executive Master em Contabilidade e Fiscalidade
Edição: 2ª edição
Calendário: Setembro de 2018 a Junho de 2019
Duração: 200 horas em sala
Regime: Pós-laboral (segunda e quarta-feira das 18h30 às 22h30)
Propina: 7.490 € (com redução de 400 euros, caso a candidatura
se materialize até 31 de Julho)
Candidaturas: Até 15 de Setembro de 2018




pub